Colégio Web

Maldição dos 27 anos – A Coincidência do Mundo Musical

Diversos artistas e talentosos não passaram dos 27 anos de idade, criando a famosa "Maldição dos 27 anos". Conheça 6 artistas que morreram com essa idade!

Publicidade

Muitas pessoas choraram a morte deveras prematura de Amy Winehouse, uma das maiores cantoras de todos os tempos. Sua morte, aos 27 anos chocou por se tratar de uma cantora com um talento incrível muito jovem. Sua morte se deveu ao abuso de álcool e de drogas, e pôs fim a uma carreira que com certeza ainda duraria muito.

Infelizmente, a morte de Amy também nos chocou por guardar uma semelhança com a morte de outros ícones da música: ela tinha 27 anos, exatamente a mesma idade de outras estrelas da música.

Essa aparente coincidência fez com que surgisse uma teoria na cultura popular, conhecida como a “Maldição dos 27 anos”. Segundo essa teoria, artistas talentosos e problemáticos não conseguiriam romper a barreira dos 27 anos de vida e acabariam morrendo (ou se matando).

6 Artistas da Maldição dos 27 anos

Maldição dos 27 anos

Para ilustrar essa teoria, seguem alguns exemplos abaixo de artistas que perderam a vida com apenas 27 anos. Repare que além de extensa, a lista guarda nomes de extremo talento. Uma pena.

Brian Jones

Um dos membros fundadores dos Rolling Stones era guitarrista e passou a vida envolvido com drogas, até que perdeu a batalha em 1969, quando foi encontrado morto em sua piscina. Não se sabe ao certo se o afogamento foi fruto de um acidente ou se ele foi ocasionado por algum traficante.

Jimi Hendrix

Considerado por muitos o maior e mais inventivo guitarrista da história do rock, era extremamente criativo e buscava aflorar essa criatividade com a utilização de drogas alucinógenas, muito comuns nos anos 60 e 70. Sua morte foi ocasionada por uma overdose de comprimidos para dormir e ocorreu em 1970.

Janis Joplin

Considerada a maior cantora branca do blues, era conhecida pelo apelido de “pearl” (pérola). Era talentosíssima, porém tinha uma vida pessoal conturbada e vivia com problemas com álcool e drogas. Tanto que acabou sendo encontrada morta vitima de uma overdose de heroína em 1970, em Los Angeles.

Jim Morrison

O vocalista e compositor da banda psicodélica The Doors era conhecido por ser uma figura difícil, que costumeiramente abusava do álcool e das drogas alucinógenas. Jim morreu, acredita-se em virtude de um ataque cardíaco em 1971, em Paris. A verdade é que não se sabe ao certo a causa da morte, pois não foi feita uma autopsia.

Kurt Cobain

O líder do Nirvana era também seu vocalista e compositor principal. É considerado por muitos como o símbolo máximo de sua geração, e é lembrado até hoje como o líder do movimento grunge. Cobain não gostava de sua fama, e por este motivo teria tirado sua vida com um tiro de espingarda. O músico era um notório viciado em heroína e em seu corpo foi encontrado uma quantidade suficiente para fazê-lo morrer de qualquer modo.

Amy Winehouse

A mais recente representante dessa lista amaldiçoada pelos 27 anos, é também uma das mais talentosas, conhecida pelo seu vocal capaz de atingir a plateia de modo arrebatador. Amy sempre teve problemas com drogas e com álcool, sendo vista por diversas vezes completamente bêbada. Infelizmente, não resistiu ao seu estilo de vida desregrado e acabou por sucumbir ao vicio em 23 de julho de 2011, deixando milhões de fãs espalhados pelo mundo órfãos da mais talentosa cantora de sua geração.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados