Colégio Web

Cacau

26 de Março é o dia do cacau, conheça mais sobre esse fruto.

cacau frutaA origem do cacau é contada pelos povos pré-colombianos. O deus asteca dos ventos gelados e da lua prateada, Quetzalcóatl, ofereceu aos seres humanos um presente: sementes de um fruto mágico, que era capaz de repor a energia das pessoas, aliviando o cansaço. Quetzalcóalt foi aos campos luminosos do Reino dos Filhos do Sol e roubou as sementes da árvore sagrada, o cacaueiro. O nome da planta é de origem asteca: cacahuatl (cacau) ou cacahuaquahuitl (cacaueiro); o da bebida, chocoatl (chocolate), de origem maia.

Publicidade

Os primeiros a cultivarem a árvore foram os sacerdotes astecas. Os frutos estavam intimamente ligados à religiosidade, devido à lenda. Das favas desses frutos, os astecas produziam uma bebida amarga que, segundo a crença, possuía “poderes especiais” e só podia ser tomada em taças de ouro.

O conquistador espanhol Fernando Cortés, quando chegou ao México em 1519, teve contato com a bebida dos astecas. Em carta ao rei Carlos V, Cortés relatou as propriedades energéticas da maravilhosa bebida: bastava uma taça daquele precioso líquido para que a pessoa recuperasse a energia perdida em um dia de caminhada, sem necessidade de qualquer outro alimento. Cortés afirmou que o imperador dos astecas, Montezuma, nunca se servia da bebida sagrada na mesma taça de ouro. Mais do que uma demonstração de riqueza, tal prática provava a enorme reverência que os astecas tinham pela bebida.

Benefícios do Cacau

Por conter grande quantidade de nutrientes, as substâncias presentes no chocolate provocam inúmeras reações enzimáticas, como é o caso do triptofano, que induz à serotonina que por sua vez induz à sensação de satisfação e calma ao ingeri-lo. Foi comprovada a presença de antioxidantes no cacau, que previnem o envelhecimento e renovação sanguínea. A estética também já se rendeu aos poderes do chocolate. Novos tratamentos, produtos para pele e cabelo são as novidades do universo da beleza. Para as pessoas que estão constantemente apaixonadas, o chocolate aumenta a produção de fenilfetilamina, substância da família das endorfinas que provoca a mesma sensação de estar amando.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados