Colégio Web

Novo acordo Ortográfico

Publicidade

Já faz algum tempo que o novo acordo ortográfico está sendo usado, (desde 2009), porém ainda há algumas duvidas que sempre aparecem por conta das muitas mudanças.

Por isso, separamos um resumo para você que ainda tem muitas perguntas.

A nova regra ortográfica só será obrigatória em provas escolares, vestibulares, concursos públicos a partir de Janeiro de 2013, porém é importante que desde já estude, pesquise e aprenda para não fazer feio nas provas não é?

Em resumo, as principais mudanças que aconteceram na nova língua foram:

– Fim do trema

– Inclusão das letras W, K e Y ao idioma

– Alterações da forma de acentuar palavras com ditongos abertos e que sejam hiatos.

– Emprego do Hífen

– Supressão dos acentos diferenciais

– Acentos tônicos.

 

O Trema

O trema deixou de existir em todas as palavras da língua portuguesa. Porém, em nomes próprios estrangeiros como: Bündchen, Müller e Mülleriano, ele ainda permanece.

Veja alguns exemplos:

 

Antes

Depois

Lingüiça

Linguiça

Tranqüilo

Tranquilo

Lingüística

Linguística

Bilíngüe

Bilíngue

Cinqüenta

Cinquenta

 

Ditongos Abertos

O ditongo aberto é o encontro de duas vogais pronunciadas em uma só sílaba, como por exemplo, ideia. O ditongo nesse caso é “EI”

Já os ditongos abertos de palavras paroxítonas são: aqueles que possuem acentuação na penúltima sílaba como: moreia, que nesse caso é “IA”.

Veja exemplos das mudanças:

 

Antes

Depois

Idéia

Ideia

Heróico

Heroico

Coréia

Coreia

Jibóia

Jiboia

 

Hífen

O Hífen é um sinal utilizado sobre/entre algumas letras/palavras para alterar a pronúncia ou o resultado fonético.

 

O que mudou?

  1. Quando a palavra termina vogal e o segundo termo começa com “r” ou “s”, passa-se a duplicar as consoantes.

Exemplo:

  • Interreligioso
  • Minissaia
  • Microssistema
  1. Quando o prefixo ou o pseudoprefixo termina em vogal e o segundo termo começa com vogal diferente, não se usa o hífen.

Exemplo:

  • Extraescolar
  • Coeducação
  • Autoestrada
  1. Nas palavras que contem os prefixos dês – e in – e o segundo elemento perdeu o “h” inicial:

Exemplos:

  • Desumano – (Dês Humano)
  • Inábil – (In Hábil)
  • Desabilitar (Des – Habilitar)

 

  1. Nas palavras com o prefixo co-, mesmo quando o 2º palavra começar com a letra “o”

Exemplos:

 

  • Cooperação – (Co operação)
  • Coobrigação – (Co obrigação)
  • Coordenar – (Co ordenar)

 

  1. Em certas palavras que com o uso adquiriram noção de composição

Exemplos:

  • Pontapé
  • Girassol
  • Paraquedista

 

  1. Em algumas palavras com o advérbio “bem”.

Exemplos:

  • Benquerer
  • Benquerido

 

Acentos Diferenciais

Os acentos diferenciais, que são usados para distinguir duas palavras iguais com significados diferentes. Por isso, perdem o acento.

Exemplos:

• Para (verbo) – Pára

• Pelo (substantivo) – Pêlo

Antes

Depois

 

Pólo

Polo

Pêra

Pera

Pára

Para

 

Acento Tônico

Não existe mais acentuação na Letra “U”, nas sílabas: que, qui, gue e gui.

Exemplo:

Apaziguar e Obliquar

Além desses, as palavras paroxítonas que tem a letra “I” ou “U”, precedidos por ditongos perdem os acentos.

Exemplo:

Antes = Feiúra

Agora = Feiura

 

Quer continuar estudando essas e mais outras matérias? O iPED disponibiliza cursinhos pré-vestibular, vem conhecer e escolha o melhor plano para você https://www.iped.com.br/cursinho-pre-vestibular

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados