Colégio Web

Games ajudam estudantes dentro da sala de aula

Publicidade

A utilização de games dentro das salas de aula como uma ferramenta de ensino ainda é vista com uma certa desconfiança por parte da maioria dos educadores. Mas cada vez mais as pesquisas comprovam que a utilização de jogos pode ajudar muito a aumentar o desempenho dos estudantes.

Alunos-em-sala-de-aula

A novidade nas últimas pesquisas em relação ao assunto é que não são apenas os estudantes dos níveis fundamentais e médios que acabam se beneficiando com este tipo de ajuda. Até mesmo os estudantes de nível superior podem aprender mais e melhor utilizando jogos.

Por exemplo, na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), um grupo de estudantes do quinto semestre do curso de Contabilidade Governamental tem a responsabilidade de gerenciar uma cidade que está à beira da falência. O cenário foi criado dentro de um famoso game de simulação de cidades, o SimCity.

Melhorando desempenho

No caso do jogo dentro das salas de aula da Universidade Federal do Rio de Janeiro, a ideia partiu do professor Marcos Roberto Pinto, que fez a sua tese de doutorado justamente sobre o quão efetivos são os resultados no ensino quando os jogos são inseridos no dia a dia dos alunos.

alunos-na-sala-de-aula

“Trabalhamos com duas turmas, a experimental, que fazia uso do SimCity, e a de controle, que tinha aulas tradicionais, mais expositivas. Do pré-teste ao teste final, foi observado que a primeira classe obteve crescimento de 210%, enquanto a segunda, de 34%”, anunciou o professor Marcos Roberto Pinto.

Apesar dos estudos, os pesquisadores alertam que os jogos devem ser inseridos na vida dos estudantes dentro de uma proposta educacional na qual realmente os alunos consigam visualizar o seu próprio desempenho, aplicando a teoria nas ações dentro dos mundos virtuais.

 

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados