Colégio Web

Balanço do ENEM 2014

Publicidade

O ENEM 2014 já terminou, mas os resultados só poderão ser vistos quando todas as provas forem corrigidas, portanto, não é possível ainda traçar um balanço do exame baseado no desempenho dos estudantes.

No entanto, é possível realizar um balanço do ENEM 2014 baseado apenas nos acontecimentos e notícias ocorridas durante os dois dias de realização do exame neste ano.

Houve praticamente de tudo neste ano, desde os tradicionais atrasos, que sempre terminam com gente chorando no portão, até caso de morte durante a prova, o que já coloca esta edição como a mais agitada dos últimos anos.

A candidata que morreu

Morte ENEM

Na cidade de Olinda, em Pernambuco, uma mulher de 31 anos, minutos após chegar ao local de realização de sua prova, acabou morrendo, muito provavelmente em virtude de um AVC hemorrágico.

A mulher teria se enganado de local, e por este motivo, teria corrido desesperadamente para chegar a tempo para a realização da prova no local correto, mas ao chegar lá, acabou desmaiando.

Ela foi amparada pelos funcionários da escola, e o SAMU chegou para lhe prestar os primeiros atendimentos em menos de 10 minutos, mas apesar dos esforços, ela não resistiu, morrendo sem conseguir fazer a prova.

O mau uso do celular

Além das populares selfies, que são proibidas por lei, muitos candidatos foram presos durante o ENEM 2014 por tentarem burlar a lei com a ajuda do celular, que era usado para receber o gabarito.

No Ceará, mais precisamente na cidade de Juazeiro do Norte, a Polícia Federal prendeu dois jovens que estava usando os celulares para receber o gabarito da prova, sendo que as prisões foram feitas enquanto eles faziam as provas.

O portão derrubado

ENEM 2014 Curiosidades

Na cidade de São Bernardo do Campo, no ABC paulista, em uma unidade da Faculdade Anhanguera, um grupo de aproximadamente 50 estudantes, revoltados com o fato de que chegaram depois do fechamento dos portões.

Com isso, eles se reuniram e derrubaram os portões para tentar fazer a prova à força, mas seus esforços foram em vão, já que a segurança do local os impediu de conseguir chegar até às salas onde estavam sendo realizadas as provas.

Choradeira de sempre

Muitas pessoas sabem da fama que o brasileiro tem de deixar as coisas para última hora e de ser incapaz de conseguir chegar pontualmente aos locais e aos compromissos.

Todos os anos, esta fama é reforçada pela quantidade de candidatos que aparecem chorando por simplesmente não conseguir chegar ao local da prova dentro do horário programado.

Esta choradeira de sempre é uma cena que já virou uma espécie de tradição do ENEM, e na edição 2014 não poderia deixar de estar presente.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados