Colégio Web

Aluno da USP terá que comprovar baixa renda para ganhar isenção nas passagens

Publicidade

Uma polêmica acabou surgindo a partir do decreto assinado pelo prefeito da cidade de São Paulo, Fernando Haddad, que isenta os alunos da rede pública de ensino do pagamento das passagens no transporte público. Uma restrição foi imposta para os estudantes da Universidade de São Paulo (USP) devida a grande quantidade de alunos de classe média alta que estão na instituição de ensino.

Giro-Cultural_-alunos-estrangeiros-045-13-Foto-Cecília-Bastos-19

De acordo com as informações que foram confirmadas pelo secretário municipal dos Transportes, Jilmar Tatto, os estudantes de São Paulo que estão matriculados em instituições de ensino superior públicas terão que comprovar ser de baixar renda para conseguirem o benefício.

“Quem é rico tem que pagar. Tarifa zero é para quem precisa”, disse Tatto.

Tema será discutido

Alunos-FEA-058-12-Foto-Cecília-Bastos-11

Apesar da posição firma da secretaria de transportes da cidade de São Paulo, o tema ainda será discutido com o governo estadual, incluindo estas regras que serão definidas para os estudantes de ensino superior da rede pública.

Manifestações

Mesmo com o anúncio do transporte gratuito para os estudantes da rede pública de ensino, o Movimento Passe Livre confirmou através das suas redes sociais que pretende organizar uma nova manifestação contrária ao aumento da passagem em São Paulo, que passará dos atuais R$ 3,00 para R$ 3,50.

 

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados