Colégio Web

Orkut

Publicidade

O orkut, foi criado no dia 24 de janeiro de 2004. O nome Orkut, originou de um homem cujo nome é Orkut Büyükkokten ( projetista chefe), que foi criado com o intúito de fazer com que seus membros criassem novas amizades e relacionamentos. A Maior parte das pessoas que acessam esse conteúdo são os brasileiros, ultrapassando 23 milhões de usuários. 

A página do Orkut é dividido em: 

• Perfil: 

1. social: Parte em que a pessoa, descreve coisas que gosta de fazer, livros, comida e etc. 

2. profissional: Sobre a vida profissional da pessoa. 

3. pessoal: Informções físicas ou pessoais sobre a pessoa, para que suas chances, se quisesse, namorar ou paquerar alguém fossem maiores.

Para as pessoas que visitam o perfil de outra pessoa, o sistema faz com que seu nome ou o nome que havia colocado em seu perfil apareça, e a pessoa que foi “visitada” por aquele possa ver quem leu sua página de recados. 

O número máximo de amigos, que uma pessoa pode ter em sua página do orkut, é de 1000, podendo assim ser dividido em: amigo, bom amigo, melhor amigo, desconhecido, conhecido e bom amigo. 

As comunidades, são criadas para que os amigos possam discutir sobre o tema e poderem criar outros.
Assim como o orkut e muitas outras páginas de relacionamento possuem seu lado bom, também têm seu lado ruim. 

Exemplo: 

• Polêmicas em comunidades;
• Torcidas organizadas;
• Crimes em outros países;
• Apologia ao terrorismo;
• Comunidades ofensivas;
• Perfis falsos;
• Propaganda;
• Números errados ( número de amigos, comunidades e etc, estejam errados).
Como todas as redes derelacionamento, o orkut também possui seu lado “bom”. 

Exemplo: 

• Compartilhamento de experiências.
• Discussões com empresários de várias áreas, para o aprefeiçoamento de seu trabalho.
• Compartilhamento sobre saúde e alguns problemas cotidianos.

Sendo assim, o orkut deve ser manuseado de várias formas, tanto para induzir pessoas a fazerem “coisas” boas, quanto coisas “ruins”. E se houver algo de criminoso que se tem no orkut, deve ser denunciado para que as práticas ilegais não sejam alimentadas.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados