Colégio Web

O que são algas?

2O conjunto de algas se constitui como um grupo heterogêneo de organismos. A principal característica dos seres que convivem nesse grupo é a presença da clorofila. O corpo das algas é subdividido em raiz, caule ou folhas, mas não existem tecidos verdadeiros em tais seres vivos. A alga pode ser unicelular ou multicelular. No caso das algas multicelulares, há espécies que podem chegar a compor até 60 metros de comprimento.

Publicidade

A alga pode ser encontrada em qualquer área do planeta, mas é de maior predominância dos ambientes aquáticos. No espaço terrestre, pode estar associada com algum outro organismo. Um exemplo? Com os liquens. Nos ambientes aquáticos as algas podem ser observadas em diferentes formas de vida, estando fixas em substratos ou mesmo livremente suspensas no líquido. É o que se denomina fitoplâncton.

As espécies das algas são autotróficas, produzem a sua própria alimentação. Assim como a planta, trata-se de um organismo caracterizado por processos fotossintéticos. Neles, as energias luminosas são utilizadas com o intuito de se gerar energia para que a alga continue a manter-se viva.

Organismos mais antigos do planeta

1Os estudiosos esclarecem que há estudos apontando para o fato de as algas serem os seres vivos mais antigos do planeta Terra, tendo sido importantes aliados para a produção e acúmulo do oxigênio nas camadas atmosféricas. A alga acaba sendo classificada como uma ancestral das plantas que conhecemos no mundo moderno, pois compartilha diversas semelhanças com as mesmas.

Do ponto de vista econômico e ecológico, a alga é elemento vital para o planeta e se destaca especialmente por assumir papel de honra nas cadeias alimentares aquáticas. A alga exerce a função de produtora e tem uma ativa participação no processo de liberação do oxigênio que nos é essencial.

Fora do seu ambiente natural a alga é usada pela gastronomia oriental. Sim…a cozinha oriental adora utilizá-la no preparo dos tradicionais sushis japoneses. Além disso, pode ser usada como substância para a fabricação de doce, sorvete ou mesmo bebidas. Afora essas funções, as algas podem figurar como elementos de perigo ao equilíbrio ecológico. Como? Se houver um aumento além da conta da presença dessa espécie, acontece o fenômeno da floração tóxica. É quando a água muda de tonalidade e, por conta disso, acaba sendo observada a morte de várias espécies de seres aquáticos por conta das toxinas produzidas pelas algas. Quando ocorre essa elevação da quantidade de algas, a poluição do ambiente aquático passa a ser vista como um sinal de alerta. Nesses espaços, a produção de nutrientes acaba sofrendo interferências e afetando a reprodução de algumas espécies.

Boa parte das algas está na classificação que a coloca como pertencente ao reino Protoctista. Por outro lado, também vale esclarecer que funciona como organismo procarionte do Reino Monera, as conhecidas cianobactérias. É o caso das algas azuis. Hoje, tratamos apenas das algas protoctistas. A ciência que organiza e faz os estudos sobre as algas é chamada de Ficologia.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados