Colégio Web

O papel e sua aplicação no dia a dia

Você já parou para pensar qual a importância do papel em sua vida? Confira um pouco de sua aplicação prática e também a sua origem!

Publicidade

Você já parou para pensar qual a importância do papel em sua vida? Ele tem uma importância muito grande em nossas vidas. Se não fosse pela descoberta do papel, onde iríamos escrever?  Ele é o nosso grande aliado, e está presente em quase tudo que existe no nosso dia a dia.  É por causa do papel que podemos ler um livro, escrever, desenhar e pintar.

Mas você já pensou se ele não existisse? Onde escrever as nossas ideias, os nossos pensamentos, como aprender coisas novas e ter acesso aos livros entre outras obras de arte da nossa literatura? Como registrar os acontecimentos importantes que ocorreram no mundo e em nossas vidas?

Temos uma infinidade de coisas que são feitas de papel, como os enfeites de carnaval, as embalagens e caixas de papel para embalagens de doces, sucos, leite e de alimentos.  O dinheiro que usamos também é feito de papel. Vamos conhecer um pouco sobre a sua origem!

Origem do papel

Origem do Papel

Há muito tempo, o papel foi desenvolvido pelo chinês Ta’ai Lun, que queria ser conhecido na corte na época do império na China. Ele era uma pessoa muito inteligente e ambiciosa e queria desenvolver algo muito esplendoroso para se tornar importante e famoso.

E dessa vez deu certo! O chinês misturou água, tecidos e plantas dentro de um tanque e fez uma maçaroca.  Pegou algo parecido com uma peneira colocou seda (antigamente os chineses escreviam sobre a seda) e deixou endurecer.  Depois de algum tempo, ele percebeu que uma fina camada tinha ficado sobre a peneira. Retirou com muito cuidado e observou que conseguia escrever sobre a camada fina. Pronto! O papel para a escrita já estava pronto! Com o tempo ele foi aperfeiçoando, e cada vez mais, as pessoas utilizavam o papel para a escrita. Ele teve o seu reconhecimento e seus dias de glória!

Atualmente, várias técnicas existem para a fabricação de papel. A matéria prima principal é a celulose, retirada de vegetais e da madeira de árvores.  Outras matérias primas existem para a fabricação de papel como o algodão, o linho, cânhamo (tecido bem parecido com o linho) e outras plantas retiradas e descobertas da natureza. Afinal, o homem não para de descobrir a cada dia coisas novas!  Como a matéria prima mais usada para a fabricação de papel é a celulose, várias empresas procuraram se especializar na plantação de árvores que melhor produzam a celulose para a fabricação do papel.  Essas árvores são plantadas em áreas de reflorestamento de forma sustentável, preservando a natureza e o meio ambiente.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados