Colégio Web

Como funciona o neoplatonismo?

Publicidade

O platonismo nada mais é do que o conjunto de doutrinas formuladas por Platão, o filósofo grego que nasceu em Atenas, provavelmente em 428 ou em 427 A.C. e que faleceu em 348 ou em 347 A.C., também em Atenas.

Platão teve como mentor ninguém menos do que Sócrates, aquele que para muitos é o maior filósofo de todos os tempos, e teve como pupilo outro ilustre filósofo, Aristóteles.

No entanto, entre os séculos III e VI, uma nova leitura da doutrina platônica surgiu, recebendo muito tempo depois, pelas mãos dos estudiosos modernos, o nome de neoplatonismo. Vamos conhecê-lo!

O que é?

PlatonismoNeo

As origens do neoplatonismo remete à uma época onde o mundo se encontrava num período realmente particular, com muitas dúvidas em relação a tudo que envolve o plano interno do homem.

Com isto, uma nova leitura dos ensinamentos de Platão, voltada mais para a espiritualidade e também para as questões cosmológicas acabou surgindo, fazendo a junção entre o que se entendia por platônico, com teologia judaica e também com teologia egípcia.

Dentre os principais nomes que podem ser considerados como sendo os primeiros neoplatônicos da História, constam figuras como Plutarco, Enesidemo, Numênio Apameu e Maximus.

Mas com o passar do tempo, outras figuras importantes de outras escolas pensamento intelectual passaram a assumir parte do pensamento neoplatônico, e com isto, nomes como o de Santo Agostinho, de Boécio, Boaventura de Bagnoregio e João Escoto Erígena passaram a ser relacionados com esta linha de pensamento.

Ensinamentos neoplatônicos

Plotino

Por ser uma filosofia mais metafísica e epistemológica, a maior parte dos ensinamentos do neoplatonismo acabou tendo significação mais espiritualista e mais ligada às questões da alma.

E por este motivo, seus ensinamentos, em grande medida, podem ser considerados como fruto de uma mistura de elementos do monismo e do politeísmo, resultando de fato em algo bem particular, especialmente em comparação aos ensinamentos platônicos por excelência.

O fundador do neoplatonismo é considerado Amônio Sacas, mas foi de um de seus pupilos, Plotino, que veio a Enéadas, o documento básico que define os preceitos defendidos pela doutrina.

Nele é possível visualizar as três áreas de conhecimentos defendidas pelo neoplatonismo: a sensorial (uma obscura representação da verdade), a racional (que nos mostra uma ideia das essências das coisas) e a intelectual (que nos fornece o conhecimento sobre nós mesmos).

Ainda segundo o neoplatonismo, por permitir que as coisas materiais sejam percebidas, e levando-se em conta que elas estão sempre em constante mudança, o conhecimento sensorial simplesmente não teria valor algum.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados