Colégio Web

Como estudar Ciências para o ENEM

Publicidade

A apenas algumas semanas da aplicação de provas do Exame Nacional do Ensino Médio – Enem – as disciplinas que fazem parte da área de Ciências da Natureza – Fisica, Biologia e Química – são temidas e, por isso, frequente alvo de dúvidas por parte dos candidatos. Segundo especialistas, preparar-se fisicamente – para as longas horas de prova – e psicologicamente – com muita calma e tranquilidade – são algumas das chaves para o sucesso, não só nessa seção do Enem, em particular, mas na prova, como um todo.  Vejamos a seguir o que deve ser pedido para cada uma das três disciplinas que compõem essa área de conhecimento.

Física

Temas como a energia e a temperatura – o que inclui eletrodinâmica e calorimetria – são, sem dúvidas, as grandes apostas para o Enem de 2013. Além desses dois tópicos, há outros assuntos também voltados para o cotidiano, que são algumas das bases para os exames dessa área. Entre as surpresas, tudo indica que a novidade fique por conta de magnetismo, já que andou ausente das últimas provas. Pode haver alguma questão sobre campo magnético ou mesmo força magnética.

Segundo especialistas, nos últimos dias antes da aplicação da prova, o importante é trabalhar a tranquilidade, além de fazer muitos exercícios para analisar qual o seu nível de conhecimento, fraquezas e pontos fortes. Fazer provas anteriores é sempre indicado, porque dá uma ideia de panorama do que vem sendo exigido pelas bancas. Muitos professores afirmam que o Enem é mais uma questão de velocidade de resolução de prova, que de conhecimentos, especificamente.

Física

Biologia

Essa disciplina deverá ser cobrada, segundo alguns tópicos de destaque:

  • tipos de doenças – na população brasileira e mundial;
  • evolução – teorias de Darwin e Lamarck;
  • genética;
  • ecologia – em tempos de sustentabilidade, as questões devem tematizar problemas do meio ambiente e o aquecimento global.

Tudo isso deve ser estudado pelo candidato, com atenção redobrada. Como sempre, o cotidiano é a estrela do enfoque da prova de biologia. Em 2012, a prova esteve diferente, apresentando uma face mais tradicional, mas isso tem tudo para se modificar em 2013, voltando a uma abordagem mais prática e cotidiana da disciplina e seus conceitos.

Como estudar Ciências para o ENEM

Para os últimos dias, é interessante observar provas anteriores, pela repetição de certos temas, que ajudarão você a ficar mais bem preparado e confiante. Tudo isso, sem esquecer do bom e velho relaxamento, para se preparar à prova, que é de fato muito longa.

Química

Em geral, de todas as questões da área – são 15 relativas a cada uma das três disciplinas – em sua maioria, se enquadrariam em um patamar não tão difícil. A proporção então seria: 11 questões de nível médio a difícil e apenas 4 de dificuldade mais alta.Essa área do conhecimento pode ser dividida em três subáreas – química orgânica, química geral e Físico-química. Entre as três, a principal  para o Enem é a físico-química, muito pelo fato de seguir a tendência interdisciplinar do exame, como um todo. A cobrança deverá ser de assuntos como: eletrodinâmica, soluções e combustíveis.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados