Colégio Web

O que aconteceria se os gregos não tivessem existido?

Se os gregos não tivessem existido, o mundo como conhecemos hoje poderia ser bastante diferente. Confira algumas curiosidades sobre esta situação.

Publicidade

Certamente menos inquietações existenciais, menos obras de arte, e o homem colocado em segundo plano. Esta situação seria algo comum no hemisfério ocidental se a civilização grega jamais estivesse existido.

Atualmente teríamos uma sociedade menos reflexiva e racional, onde viveríamos de forma baseada apenas na fé. Imaginar este tipo de situação poderá ser uma tarefa bastante complicada, afinal de contas a influência grega no ocidente é algo profundo e principalmente vasto.

Em contrapartida, pensar nesta situação é possível apenas graças aos gregos, pois a reflexão intelectual acabou nascendo entre eles, e não existem dúvidas de que este seja de forma considerável o seu maior legado.

O mundo que conhecemos atualmente é bem diferente

Fica até difícil imaginar o que seriam das artes ocidentais sem toda esta referência clássica, já que sem a Grécia iríamos viver na cultura apenas dos sentidos. As artes não teriam o homem como a sua referência e iria prevalecer outro tipo de modelo. O padrão talvez poderia ser a arte egípcia, onde no nosso imaginário teríamos um mundo repleto de figuras descomunais, com uma aparência divina e de animal.

Sem contar com uma influência grega, o Cristianismo seria algo muito mais austero, e menos afeito aos sincretismos e principalmente sem as figuras dos santos. Talvez o catolicismo não seria a religião predominante sobre a Terra, e sem a filosofia clássica, o cristianismo seria algo pouco maior do que uma seita neojudaica.

O homem ocidental seria outro, com isto a consciência sobre nós mesmos, bem como nossos medos, traumas e desejos também. O fato do homem se confrontar com limites é uma invenção grega, e por estes e outros motivos o mundo seria bem diferente do que temos hoje.

 

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados