Colégio Web

Confira algumas curiosidades sobre as Festas Juninas

Estes festejos são reconhecidos em praticamente todos os cantos do Brasil.

Publicidade

Quando chega o mês de junho, duas coisas já começam a chamar a atenção de todos. A primeira delas é a chegada dos dias mais frios do ano, o inverno que acaba despertando os mais variados sentimentos, sendo que muitas pessoas amam e outras odeiam. E outra coisa é chegada das festas juninas, considerado um momento muito divertido para diversas pessoas.

Confira algumas curiosidades sobre as Festas Juninas

As Festas Juninas chegaram ao Brasil, de acordo com historiadores, por volta do século XVII. Mas o que muitos não sabem é que estas comemorações acabam tendo origem na Europa. Ao longo do tempo, estes festejos acabaram sofrendo influência da Igreja Católica, sendo associada a uma série de santos. Também foram sendo inseridos diversos elementos da cultura brasileira.

As festas juninas contam com diversos elementos que acabam caracterizando as mesmas, fazendo com que estas festas sejam facilmente reconhecidas em qualquer lugar. As danças, por exemplo, são muito tradicionais. As quadrilhas possuem bastante valorização na região Nordeste do país, como em Campina Grande, na Paraíba, onde é realizado um dos maiores concursos dessa modalidade.

Confira algumas curiosidades sobre as Festas Juninas

Outra coisa que não costuma faltar nas festas juninas é a fogueira. Este é um elemento que acabou sendo herdado das culturas greco-romanas e também dos celtas. Esses povos cultuavam as fogueiras como forma de agradecimento aos deuses pelas boas colheitas. Essa prática também foi aderida no Brasil. Hoje em dia, mesmo nos locais onde não é possível ter uma fogueira de verdade, ela costuma ser representada de alguma forma.

As bandeirolas também costumam ser bastante tradicionais nas festas juninas. Estes itens acabaram surgindo no Brasil, como homenagem para os três padroeiros das Festas Juninas: Santo Antônio, São Pedro e São João. As imagens dos santos eram pregadas nas bandeiras coloridas e imersas em água, rito conhecido como lavagem dos santos.

Como Santo Antônio é considerado, pela igreja católica, como o santo casamenteiro, a cerimonia falsa de casamento acabou se tornando também uma tradição das festas juninas.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados