Digite o que você quer buscar:  
Home » Trabalhos Escolares » Biologia » TV » A divisão do sistema nervoso
31/05/2012 18:04

A divisão do sistema nervoso

Aumentar fontes para melhor leitura Diminuir fontes para melhor leitura

5. A divisão do sistema nervoso

5.1 Divisão anatômica

Está dividido em Sistema Nervoso Central (encéfalo, medula espinhal) e sistema nervoso periférico (encéfalo, nervos, espinha e gânglios).

Os neurônios (células nervosas com seus prolongamentos) são transportadores de estímulos para o encéfalo ou medula, chamadas de aferentes (SNC). Transportam estímulos para os músculos e glândulas, chamadas de eferentes. Com a junção destes dois neurônios os denominamos neurônios de associação.

As células do neurônio aferente estão acumuladas no tecido nervoso, e são chamadas de gânglios das raízes dorsais.

O neurônio eferente está acumulado no interior da medula.

Os movimentos do músculo esquelético são dominados pelas fibras do sistema nervoso periférico, por meio do sistema nervoso central.

O crânio tem como função o abrigo do encéfalo e da medula.

Existem três meninges que envolvem o sistema nervoso central. Piamáter é a primeira meninge; aracnóide é a membrana secundária, e a duramáter é a membrana terciária. Entre a aracnóide e a duramáter há um espaço preenchido com um líquor, ou seja, um líquido que se predispõe a preservar o tecido nervoso, além de ocupara também os ventrículos cerebrais e o canal do epêndima.

A medula é constituída por fibras nervosas presentes na coluna vertebral, tem o formato de uma circunferência atingindo a parte localizada atrás do encéfalo e os ossos que formam a espinha dorsal. 

O cérebro é dividido em lobos denominados frontal, parietais, temporais e occipitais. Cada lobo está relacionado ao controle de uma determinada função orgânica.

Tálamo e hipotálamo
O tálamo compreende duas massas ovóides de substância cinzentas encaixadas na base do corpo caloso (conexão entre os hemisférios cerebrais). Acredita-se que o tálamo serve como uma estação integradora e retransmissora de impulsos nervosos para as regiões do cérebro onde devem ser processadas. Também atuam na regulação do estado de consciência, alerta, atenção e controle das emoções.

O hipotálamo é de formato semelhante a um grão de ervilha localizado na base do cérebro e está relacionado ao controle da homeostase.

Mesencéfalo
Localiza-se após o tálamo e o hipotálamo e está relacionado à recepção e coordenação do grau de contração dos músculos e postura corporal.

Ponte
É constituída principalmente por fibras nervosas que ligam o córtex cerebral ao cerebelo. Sua função está ligada à coordenação dos movimentos dos olhos, do pescoço e do corpo, além de estar ligada à tensão dos músculos.

Cerebelo
Fica entre a parte posterior do cérebro e a ponte. Liga-se ao córtex cerebral, ao tronco encefálico e a medula espinhal por inúmeras fibras nervosas. Sua função está ligada à coordenação dos movimentos e orientação da postura corporal. Também recebe informações auditivas e visuais.

Medula oblongaÉ a última porção do encéfalo; é dilatada e localiza-se no início da medula espinhal. Sua função está relacionada ao batimento cardíaco e aos movimentos respiratórios.

5.2 Divisão fisiológica do sistema nervoso

A divisão fisiológica do sistema nervoso apresenta-se em duas partes: voluntário e autônomo.

O sistema autônomo está dividido em duas partes: sistema simpático e sistema parassimpático. Porém, as funções desses dois sistemas são opostas, sendo que um controla a ação do outro em relação aos órgãos, através das substâncias adrenalina e acetilcolina.

O sistema nervoso autônomo garante a homeostase, que tem como função moderar e regulamentar o interior do corpo humano como, pressão, temperatura, os batimentos do coração, e outros movimentos realizados pelo corpo. Além disso, este sistema responde pelas funções estruturais do organismo.
O sistema nervoso voluntário possui uma parte central que é representada pelo córtex e uma parte periférica representada por nervos.

Sistema nervoso autônomo simpático
É constituído por fibras (não mielizados) e tem como principio a medula, e os gânglios (mielizados) tem como inicio os axônios, separados em laterais ou vertebrais, segmentado na fração da coluna vertebral próximos ao estômago, são resultantes da medula.

As fibras liberam a substância acetilcolina, ou seja, produzindo o principio do impulso pós - ganglionar. Estas mesmas fibras já pós – ganglionadas liberam a substancia adrenérgicas.

Sistema nervoso autônomo parassimpático
Constituído pelo mesencéfalo, mielencéfalo e medula sacral, tem fibras extensas realizando o contato de dois neurônios que por eles passam os impulsos nervosos, ao contrário do pós – ganglionar na qual apresenta fibras de pouco comprimento. Sua substância é a acetilcolina. 

A ação antagônica do sistema nervoso autônomo:





Você também vai querer ler...

Comente!

Que tal ajudar?

Ajudamos milhões de estudantes todos os meses, levando conteúdo educacional, de graça. Faça uma doação e ajude a manter o projeto. Clique no botão ao lado.