Publicidade

Chamamos de bronzeamento quando há uma mudança na cor da pele após uma exposição natural ou artificial (bronzeamento artificial) aos raios ultravioleta. 

O bronzeamento se dá quando os melanócitos produzem a melanina (pigmento que escurece a pele). A melanina protege a pele dos raios solares por isso que quanto mais escura for à pele, mais protegida ela estará. 

O bronzeamento artificial é realizado com a ajuda de lâmpadas que lançam raios UVA, através de uma estrutura de acrílico transparente onde a pessoa fica deitada e permite a passagem de luz. Quando feito excessivamente, pode até causar um câncer de pele. Quando a pessoa está fazendo o bronzeamento ela é obrigada a usar protetores oculares, pois se os raios chegarem até os olhos, à pessoa corre o risco de cegueira. 

Alguns alimentos que contêm betacaroteno ajudam no bronzeamento da pele, como a cenoura, a abóbora, o agrião, os brócolis entre outros. 

Entre 10 e 16 horas os raios do sol são mais fortes, a areia e a água pode aumentar a quantidade de radiação solar, fazendo com que a pessoa se queime mais rápido.