Colégio Web

Temperatura e Pressão

Exemplo 1:
1 H2 (g) + ½ O2 (g) 1 H2O (l)

Publicidade

H1 = – 68,56 kcal/mol (25°C, 1atm)

Exemplo 2:
2 H2 (g) + 1 O2 (g)  2 H2O (l)

H2 = – 137, 12 kcal/mol (25°C, 1atm)

Observação – O H de uma reação química sempre faz referência à estequiometria da reação.

2.° – Temperatura e pressão
Observação – Geralmente, qualquer variação de pressão altera a velocidade da reação quando há participantes gasosos. Porém, para a pressão influir no valor da entalpia, ela tem que ser superior a 1000atm.

Conclusão – Com o aumento da temperatura, aumentam-se a energia cinética das moléculas, a agitação molecular, os movimentos de rotação, translação e vibração de átomos e moléculas, aumenta-se a energia térmica e, conseqüentemente, a entalpia do processo.

T = K. Ec

Exemplo 1:

1H2(g) + ½ O2(g) 1H2O (l)

H1 – 68,56 kcal / mol (25°C, 1atm)

Exemplo 2:

1H2(g) + ½ O2(g)  1H2O(l)

H2 = –100kcal/mol (75°C, 1atm)

3.° – Estrutura cristalina ou alotrópica

Alotropia é o fenômeno no qual um mesmo elemento químico dá origem a vários tipos de substâncias simples diferentes.

Principais elementos que contém alótropos:

a) Carbono: grafite C(gr) (mais estável e menos energético) e diamante C(d).

b) Oxigênio: O2 e O3.

c) Fósforo: vermelho e branco.

d) Enxofre: rômbico e monoclínico.

Sempre o alótropo mais abundante na natureza é o mais estável e o menos energético. 

A diferença de entalpia entre os alótropos está ligada a seu retículo cristalino. Assim, quanto mais compacto for o retículo cristalino maior será a energia armazenada por esse retículo e, conseqüentemente, maior será a entalpia do alótropo.

Exemplo 1:

1 C (gr) + 1 O2 (g) 1 C2 (g)

H1 = – 94 kcal/mol (25°C, 1atm)

Exemplo 2:
1 C (d) + 1 O2 (g) 1 CO2 (g)

H2 = – 94,5 kcal/mol (25°C, 1atm)

Conclusão – A segunda reação libera mais energia que a primeira porque a energia armazenada no retículo cristalino no carbono diamante é maior que a energia armazenada no carbono grafite. Assim, quanto maior for a energia gasta para manter o retículo cristalino,
mais compacto ele será; quando este mesmo retículo for “quebrado” no decurso da reação, maior será a energia liberada no processo.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados