Colégio Web

Texto dissertativo

Impessoalidade é uma das marcas desse formato

Publicidade

A expressão “texto dissertativo” faz parte da vida de muitos estudantes. Em diferentes estilos de prova que se cobra a produção de uma redação ele sempre aparece.

Nas aulas de redação e português o assunto é bastante explorado, há muitos treinos e produções de textos dissertativos. Porém, que tal entender algumas características dessa modalidade individualmente?

Com a concorrência elevadíssima nos concursos e vestibulares, entender bem a construção de um texto dissertativo é essencial.

Impessoalidade

Dissertativo e impessoalA impessoalidade é uma das principais características do texto dissertativo. Se você foi fazer a prova e ela te solicita um texto dissertativo sobre a pena de morte, qual vai ser a sua opinião? Caso você tenha enfrentado um assassinato recente na família e ainda esteja sobrevivendo à perda, talvez você queira defender a pena de morte. Entretanto, ser impessoal é deixar de lado essa sua “emoção”, essa sua questão pessoal e redigir um texto sem colocar-se como primeira pessoa.

Você até poderá defender a pena de morte em seu texto, mas sem colocar essa defesa em primeira pessoa. Exemplo: “A pena de morte pode ser considerada uma possibilidade para a redução da violência indiscriminada”. Porém, o erro estará observado se você disser essa mesma opinião da seguinte maneira: “Penso que a pena de morte deve ser rapidamente implantada, pois assim evitaríamos muitas mortes em nosso país”.

Nessa segunda oração, os termos “penso”, evitaríamos” e “nosso” apontam que você está se colocando diretamente no texto. Essa é uma das falhas da pessoalidade.

Os cuidados na hora de iniciar o texto dissertativo devem ser redobrados. Assim, você previamente já organiza as suas ideias, mas com elementos outros para colocá-las no texto. Entenda como: se você acha que a pena de morte evitaria muitas mortes, que tal apresentar um dado sobre o assunto? Exemplo: “Em 90% dos países que adotaram a pena de morte, a violência foi reduzida a quase 1%”. Com isso, você dá credibilidade à sua opinião, mas não se coloca dentro dessa opinião.

Existem diversas formas de se conseguir apresentar bem um determinado posicionamento, sem necessariamente colocar-se em primeira pessoa.

Mudança de ponto de vista

Texto dissertativoOutro erro bastante comum observado pelos especialistas é o autor do texto dissertativo começar bem, sem colocar expressões em primeira pessoa, mas lá para o meio ou final do texto acabar “esquecendo”. Em alguns casos ocorre ainda a mudança de opinião: o estudante inicia o texto sendo contrário a determinado assunto e, lá mais para a frente, usa algum argumento que demonstra ser favorável ao assunto.

Para essas duas dificuldades cabe a atenção redobrada antes de iniciar o texto. O ideal é que você organize suas ideias antes de começar o texto e depois o revise cuidadosamente.

O principal ainda está por vir: para redigir um bom texto é importante que você esteja atualizando quanto a diferentes assuntos. Assim, não haverá qualquer dificuldade em dissertar sobre as diferentes temáticas apresentadas pelas bancas organizadoras de provas.

E aí, prontos para iniciar bem um texto dissertativo?

 

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados