Colégio Web

Diferenças entre deputado e senador

Publicidade

Na política, uma hierarquia é mantida para manter a ordem no governo, delegando funções diferenciadas para cada político. Com as eleições chegando, muita gente ainda se confunde na divisão de funções de cada cargo, desentendendo um pouco sobre o funcionamento da política brasileira e acabando atrapalhado na hora de votar.

Pensando em deputados federais e senadores, por exemplo, podemos considerar diversas diferenças básicas tanto nas atividades que cada um pratica quanto em seus locais de trabalho, mandatos, entre outros pontos cruciais. Para entender um pouco mais sobre essas diferenças, confira uma breve explicação:

Definições

Deputado

O deputado federal é conhecido como representante do povo, responsável pela integração entre o governo e a sociedade. Para se candidatar a deputado federal a partir de seu distrito, os requisitos básicos são ter a idade mínima de 21 anos, estar inscrito em algum partido político, ter nacionalidade brasileira, possuir domicílio eleitoral no estado pelo qual concorrerá e exercitar com plenitude de seus direitos políticos.

O senador é encarregado em representar os Estados-membros do país, considerando que cada Estado pode contar com três senadores no congresso nacional para seu compromisso. Seu interesse é defender as atividades socioeconômicas do país, beneficiando regiões específicas do território nacional antes do plano geral.

Mandatos

O deputado conta com quatro anos de mandato, onde tem de ser reeleito a cada período eleitoral para continuar em serviço. O senador, porém, conta com um mandato de oito anos, onde a cada eleição, podemos votar em um ou em dois senadores para reeleição ou para entrar no cargo.

José Sarney

Funções de cada cargo

Em representação nacional, as principais funções do deputado federal incluem legislar, manter-se guardião da lei e organizar-se na elaboração de leis. Ele também pode elaborar seu regimento interno, fiscalizar os atos do Poder Executivo, autorizar instauração de processos contra a presidência da república ou o vice (além dos ministros de Estado), eleger membros do conselho da república, tomar contas do presidente da república, entre outras.

Ao senador, cabem funções voltadas para as leis do país, zelando pela pratica da constituição no dia a dia do cidadão. Entre as atividades que cabem ao profissional, contamos com propor, debater e aprovar leis de interesse nacional, aprovar a escolha presidencial de presidentes e diretores de empresas públicas ou de membros do poder judiciário e diplomatas, autorizar operações financeiras externas ou condições de crédito, fiscalizar o presidente da república, avaliar e votar projetos de lei, entre outras.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados