Colégio Web

China lança plano para reformar seu setor industrial

Publicidade

Conhecida mundialmente, inclusive no Brasil, como sendo o país das “muambas” e dos produtos de baixa qualidade, que sempre se apresentam como meras imitações diante dos produtos originais, a China percebeu que é a hora de virar este jogo.

Para isto, o gigante país asiático tratou de lançar um plano para reformar seu setor industrial, com o claro intuito de melhorar a imagem dos produtos “Made in China”, que ainda permanece ruim.

Uma imagem difícil de mudar

Made In China

Ao olhar para o restante do mundo, a China percebeu que a imagem de seus produtos simplesmente não era das melhores, especialmente pela fama de ser um país produtor de imitações de baixa qualidade.

Mas a imagem que será difícil de mudar não se refere somente a este ponto, já que a China é conhecida por causa da má reputação de seus produtos no que se refere aos abusos ao meio ambiente que são perpetrados pelos seus meios de produção até certo ponto arcaicos.

Além disto, há as questões dos operários, que normalmente descrevem condições precárias de trabalho, em ambientes sujos e perigosos.

A hora da virada

Pois é por conta desta imagem negativa difícil de mudar que a China decidiu por as “mãos na massa” e criar um plano de ação que visa, entre outras coisas, reformar e modernizar seu setor industrial.

A ideia é dar melhores condições aos operários, além de dar também melhores condições para que seus meios de produção arcaicos sejam completamente substituídos por meios de produção mais humanos e também mais eficientes.

Industria China

De quebra, a China pretende fazer com que seus produtos passem por processos de melhoria gradual, para que o mundo possa enxergar neles um sinônimo de qualidade, diferentemente do que se vê nos dias de hoje.

O plano criado pelo governo chinês se chama “Made in China 2025”, e coloca uma meta clara e manifesta pelo próprio nome do plano: mudar tudo dentro de um prazo de apenas 10 anos.

Além de melhorar a qualidade dos produtos e as condições de trabalho de seus operários, a China também deseja fazer com que também sejam reduzidos os impactos ambientais que seu setor industrial acarreta.

A intenção é realmente mudar toda uma situação histórica de modo radical e em bem pouco tempo, o que dá a medida do quanto este plano é ambicioso, mas a julgar pelo fato de como a China mudou num espaço de 50 anos, é possível acreditar que eles conseguirão.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados