Colégio Web

Menotti Del Picchia

Publicidade

POEMAS FAMOSOS 

1. Vou-me Embora pra Pasárgada

2. Os Sapos

3. Pneumotórax

4. Última Canção do Beco

5. Preparação para a Morte

6. Evocação do Recife

4. MENOTTI DEL PICCHIA

Nascimento e morte – Paulo Menotti del Picchia nasceu em São Paulo, SP, em 20 de março de 1892. Faleceu na mesma cidade, em 23 de agosto de 1988.

Direito – Cursou a Faculdade de Direito de São Paulo, publicando durante o curso seu primeiro livro de poesias, Poemas do Vício e da Virtude (1913).

Fama – A fama literária veio em 1917, com a publicação de Juca Mulato (poesia).

Ecletismo – Além de poeta, sua vocação natural, é autor de romances, contos e crônicas, de novelas e ensaios, de peças de teatro, de estudos políticos e de obras da literatura infantil. Fundou jornais e revistas, foi fazendeiro, procurador geral do Estado de São Paulo, editor, diretor de banco e industrial. Fez pintura e escultura. Foi deputado estadual e federal. Foi tabelião e ocupou diversos e altos cargos administrativos. Pertence às Academias Paulista e Brasileira de Letras.

Atuação no movimento modernista – Menotti del Picchia teve destacada atuação no movimento modernista. Preparou, com Oswald de Andrade, o advento da nova tendência literária e artística, sustentando a polêmica com os passadistas, antes e depois da Semana de Arte Moderna. Em seguida, foi aguerrido defensor da doutrinação “Verde e Amarelo”, opondo-se ao Oswald de Andrade de “Pau- Brasil” e “Antropofagia”.

Juca Mulato – Logo na publicação, Juca Mulato recebeu os mais altos elogios de toda a crítica nacional, conquistando posições aqui e no exterior. Os críticos reconhecem no livro a técnica parnasiana e a simplicidade modernista, revelando a força e a beleza de uma inspiração rara que se transformou em arte literária.

Juca Mulato e I-Juca Pirama – Entre I-Juca Pirama (poema indianista de Gonçalves Dias) e Juca Mulato não há apenas a coincidência do nome “Juca”; os dois poemas contém a mais vibrante brasilidade já experimentada em toda a nossa literatura.

OBRAS
1. Poemas do Vício e da Virtude (poesia, 1913)

2. Juca Mulato (poesia, 1917)

3. Moisés (poema bíblico, 1917)

4. Chuva de Pedras (poesia, 1925)

5. Amores de Dulcinéia (poesia, 1931)

6. A Tormenta (romance, 1940)

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados