Colégio Web

3 livros que você não conhece que mudaram o mundo

Publicidade

Nas próximas linhas nós vamos conhecer um pouco mais sobre alguns dos livros que mudaram o mundo de alguma forma, especialmente por conta do fato que inseriram no mundo uma forma nova de enxergar as coisas.

Nesta lista, traremos nada menos do que 3 livros que você talvez não conheça, mas que com certeza mudaram o mundo de modo decisivo e muitos aspectos. Vamos ver quais são eles!

A Origem das Espécies

O mundo era simplesmente pautado pelas teorias criacionistas, que eram as teorias dominantes em praticamente todas as religiões do mundo no século XIX, quando Charles Darwin formulou a Teoria da Evolução das Espécies.

Com o livro A Origem das Espécies, Darwin criou uma teoria que definiu as bases que mostram que organismos evoluem de forma natural para formarem outros novos organismos.

Origem das Especies

Pois se você ainda não percebeu o tamanho da obra de Darwin, que tal dar uma olhada na expressão “Seleção Natural”, que foi cunhada por ele neste livro e que acabou entrando para o nosso vocabulário.

E não podemos deixar de mencionar que toda uma forma de pensamento foi criada com base nisto, sendo chamada pelo nome sugestivo de “Darwinismo”.

1984

Escrito por George Orwell, este é um romance distópico de ficção científica na qual uma sociedade hipotética num futuro não tão longínquo (escrito em 1949) era retratada de modo ácido e quase que profético.

O livro mostra muito bem como uma sociedade extremamente baseada num regime de oligarquia coletiva pode ser capaz de suprimir qualquer pessoa que seja contra ela, especialmente por conta da vigilância constante.

Orwell colocava as coisas da seguinte forma: num futuro hipotético (ano de 1984), a sociedade era controlada pelo Grande Irmão, que observa todos os movimentos das pessoas, que não tem liberdades para praticamente nada fora do contexto que esta sociedade aponta.

O livro é uma crítica ácida às perversidades de regimes autoritários, além de também ser uma crítica à nossa sociedade atual, que praticamente caminha para algo parecido ao que Orwell pintou em seu livro.

1984

Fahrenheit 451

Uma sociedade onde os livros são proibidos, as casas não pegam fogo, os bombeiros existem para queimar os livros restantes e a televisão domina e deixa as pessoas completamente anestesiadas, esta é a sociedade retratada de modo brilhante por Ray Bradbury em seu livro, que foi lançado em 1953.

O título do livro se deve à temperatura na qual se dá a queima do papel, que é equivalente a 233 graus Celsius, e que faz alusão ao fato de que os livros são proibidos e queimados em praticamente toda a trama.

A grande verdade é que o livro de Bradbury, além de ser uma obra de ficção muito bem escrita, é um retrato profético do domínio que a televisão e que outras mídias (computadores e celulares) exerceriam.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados