Colégio Web

3 livros memoráveis da literatura estrangeira

Publicidade

Para quem gosta de literatura, citar 3 livros memoráveis, sejam eles brasileiros ou estrangeiros, poderá ser algo extremamente difícil, especialmente pela quantidade de títulos que podem ser classificados como sendo memoráveis.

Mas para quem ainda não tem tanta intimidade assim com a literatura e com o delicioso hábito de ler, talvez seja importante ter uma ideia de quais são alguns dos clássicos que merecem ser lidos.

Portanto, vamos listar 3 livros que podem ser considerados memoráveis da literatura estrangeira, para que você, leitor de primeira viagem, possa se guiar no início de sua vida pelo fantástico mundo da literatura.

Os Três Mosqueteiros

3 Mosqueteiros

Considerado um dos romances históricos mais famosos e importantes da História, é também o mais famoso romance escrito em língua francesa, sendo que sua trama instiga até os dias de hoje, tendo sido levada para o cinema, com muitas adaptações.

O romance foi escrito por Alexandre Dumas, sendo publicado pela primeira vez em 1844, como folhetim no jornal Le Siècle durante os meses de março e julho deste ano, com grande repercussão.

O livro retrata a vida de um jovem de 18 anos que foi abandonado. Seu nome é D’Artagnan, e suas origens estão na Gasconha, sendo que ele se dirige até a capital da França, Paris, com a clara intenção de se tornar membro da guarda de elite do rei, cujos membros são os mosqueteiros.

Lá conhece um trio chamado de “os inseparáveis”, são eles: Athos, Porthos e Aramis, que serão, juntamente com D’Artagnan, os protagonistas da trama.

Cândido, ou O Otimismo

Candido ou o otimismoPublicado pela primeira vez em 1759 por Voltaire (pseudônimo de François Marie Arouet), Cândido, ou O Otimismo é um dos contos filosóficos mais famosos de todos os tempos, especialmente pelo seu tom satírico e ácido.

O livro narra a trajetória de um jovem chamado Cândido, que aparentemente vive em uma espécie de paraíso na Terra, recebendo ensinamentos do otimismo propagado por Leibniz, que lhe são passados pelo seu mentor, o extremamente otimista Pangloss.

Com o passar dos anos, Cândido vai se distanciando do otimismo de Pangloss por causa da quantidade de atrocidades que presencia, e ao final, se ele não rejeita por completo os ensinamentos, ao menos se distancia deles em parte.

O Retrato de Dorian Gray

Considerado um dos maiores livros da literatura inglesa de todos os tempos, este livro foi escrito por Oscar Wilde e foi publicado originalmente em 20 de junho de 1890 como a história principal da famosa revista Lippincott’s Monthly Magazine.

No entanto, Oscar Wilde fez uma revisão, que foi alterada e ampliada, sendo publicada como versão definitiva da obra em abril de 1891, por Ward, Lock e Company, com grande repercussão.

Conta a história de um jovem belo e narcisista chamado Dorian Gray, que vivia na Inglaterra do século XIX, e que se tornou modelo para uma pintura de um artista que viria a se apaixonar por ele.

Dorian Gray

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados