Colégio Web

O monoteísmo no desenvolvimento do povo hebraico

1Na ala ocidental do mundo, todos nós observamos que a religião dominante é a cristã. Pelo que estudamos, o cristianismo surgiu dentro de uma ala do judaísmo tradicional. Era o judaísmo, nesse período, uma religião dos hebreus. Vamos verificar como funcionava a civilização hebraica, que tantas influências nos deixou? Mesmo quem não conhece a história do povo hebreu, já deve ter ouvido falar de personagens importantes desse grupo: Noé, Moisés e Abraão são algumas dessas figuras.

Publicidade

A origem dos hebreus está relacionada ao nascimento de Sem, filho do patriarca Noé. Esse momento está relatado no livro bíblico de Gênesis. Portanto, são considerados povos semitas. Que deriva de Sem. As organizações sociais dos hebreus tiveram início nas áreas da Mesopotâmia, onde também surgiram os acadianos, assírios, caldaicos, babilônios e sumerianos. Se observarmos nos livros hebraicos, veremos também que há várias referências a esses povos. Um deles mostra como o povo hebreu em determinado momento também passou por um cativeiro na região da babilônia.

Fenícia foi decisiva

Foi na área da Fenícia, atual região da Síria e Líbano, que o povo hebreu conseguiu se firmar e estabelecer-se durante vários séculos. Também é colocada a importância da Península do Sinai, atual região do Egito, como motivadora para esse momento de desenvolvimento. A estrutura patriarcal dos povos hebreus mostrava que esse modelo combinava com a existência de chefes militares, sacerdotes, juízes. Eles eram ainda as autoridades morais e políticas dos seus respectivos clãs.

O Antigo Testamento ou a chamada Bíblia hebraica dos cristãos era composta por diversos textos, matizes da Torah. O conhecido Pentateuco possuía textos proféticos, históricos, com a apresentação de diferentes reis e a rica história do povo hebreu. A divisão da Torah se deu da seguinte maneira: Bereshit (ou o Gênesis), Shemot (ou Êxodo), Veyikrá (ou Levítico), Bamidbar (ou Números) e Devarim (ou Deuteronômio).

A existência de um único Deus

2Diferente de outros povos da região Mesopotâmia, os hebreus eram monoteístas. Não é o que ocorria por exemplo na Pérsia, entre os fenícios e egípcios e outras civilizações do Oriente Médio. Esses povos eram contemporâneos dos hebreus, mas também consideravam a existência de outros deuses.

Para o povo hebreu, só havia um único Deus e criador de todo o universo. Essa crença, segundo estudiosos, também contribuiu para o desenvolvimento da civilização hebraica.

Abraão, por exemplo, é um dos representantes da fase histórica inicial narrada na história hebraica. A aliança de Abraão com um Deus uno marca esse traço monoteísta. Depois desse laço, conta-se que Deus firmou promessas que alavancaram os pilares sociais do povo hebreu.

As orientações morais do povo hebreu estão organizadas em um livro conhecido como decálogo. É uma espécie de dez mandamentos que foram ditados para o patriarca Moisés, pelo próprio Deus único. Outros grandes líderes hebreus conhecidos na história são: Sansão, Gedeão, Samuel, Saul, Davi e Salomão.

E você, tem alguma recordação ou dúvida em relação ao povo hebreu? Conte para nós! Compartilhe seus conhecimentos e deixe também os seus comentários.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados