Colégio Web

Recursos hídricos

1Os recursos hídricos representam um importantíssimo elemento para a manutenção do ecossistema natural. Nesse aspecto, as poluições hídricas ameaçam todo os seres que vivem dentro das águas. Toda e qualquer matéria ou energia introduzida em um espaço hídrico de forma a alterar a propriedade físico-química acaba sendo um espaço de poluição. Os corpos d’água mais suscetíveis a poluição são aqueles relacionados a efluentes industriais, comerciais, agrícolas, esgotos domésticos e resíduos sólidos. Eles acabam sendo comprometidos no âmbito superficial e subterrâneo, com prejuízos à saúde das espécies vegetais e animais. Tal problema é observado em várias regiões do planeta. O prejuízo geral desse impacto é enorme, pois compromete toda a água que chega às residências da população. Com a morte dos elementos aquáticos, aumentam as chances de doenças como meningite, febre tifoide, cólera, hepatite A e B, dentro outros perigos à saúde humana. Além disso, a população de tais regiões em que ocorre poluição hídrica tem que conviver com o forte odor, alta concentração de insetos e eutrofização.
A eutrofização ocorre quando os esgotos são lançados no meio aquoso, com elevada quantidade de nutrientes que provocam o crescimento das algas e impedem a passagem da luz. Assim, as transferências do oxigênio atmosférico para os ambientes aquáticos ficam comprometidas.

Publicidade

Efluente sem tratamento

Quando há nitrato no fertilizante ou nos lixos humanos ou animais que contaminam a água subterrânea toda uma variedade de populações acaba sendo afetada. Onde se observa atividades intensas do ponto de vista agrícola, ou mesmo em regiões com baixo saneamento básico esse risco aumenta. Nas regiões industriais o fenômeno também é observado. A rede de saneamento acaba não sendo uma prioridade para alguns governos e a população fica refém do ponto de vista hídrico. É o que mais se observa, por exemplo, em nações pouco desenvolvidas. Aqui no Brasil mais da metade das áreas de esgoto não passa por estações de tratamento até ser despejada em rios, lagos e mananciais.

O que pode ser feito?
– Ampliar o investimento para instalar estação de tratamento.
– Intensificar o investimento para fiscalizar indústrias e riscos aos efluentes.
– Fomentar a educação ambiental entre as populações.
– Na agricultura, usar produtos químicos que não sejam agressivos.

Recursos hídricos

O Brasil apresenta 12% dos recursos hídricos do planeta, é uma quantidade bem considerável, porém tais recursos não são aproveitados e distribuídos de maneira adequada.

No início de 1997 a lei nº 9433 foi sancionada, e com isso foi estabelecida a Política Nacional de Recurso Hídricos e o desenvolvimento do Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos. Consideravam a água como um bem de domínio público, e em casos de falta a prioridade seria para o consumo humano.

Em meados do ano 2000 a lei nº 9984 foi promulgada, desenvolvendo a ANA (Agência Nacional de Águas), que ficou encarregada de outorgar e exercer fiscalização sobre o direito de uso dos recursos hídricos, além de criar e desenvolver movimentos com o intuito de impedir e controlar a ação das secas e inundações.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados