Colégio Web

Nova Divisão

Publicidade

O Brasil passou por um processo de nova divisão no mapa hidrográfico. De modo geral, a hidrografia brasileira é caracterizada por um conjunto de aspectos. Vamos conhecer a seguir.

1) Formação lacustre pobre e rios ricos.
2) Praticamente todos os rios do Brasil são, de forma direta ou indireta, tributários do oceano Atlântico.
3) Várias desembocaduras dos rios brasileiros se apresentam em formato de estuário. É o caso do Parnaíba, Acaraú, Piranhas, São Francisco, Doce, Jequitinhonha e Paraíba do Sul. Já o Rio Amazonas possui foz mista.
4) Quase todos os rios brasileiros são de planalto. O Paraná e o São Francisco são os principais representantes desse grupo.
5) O regime Tropical Austral está presente em boa parte dos rios e se observam vazantes no inverno, bem como cheias de verão.
6) A água dos rios pode ser classificada em três divisores: Cordilheira dos An­des, Planalto das Guianas e Planalto Brasileiro.
7) Rios exorréicos e perenes estão em predomínio no Brasil.
8) O rio Paraguai e o Amazonas são os rios de planície que largamente são explorados para a tradicional navegação.

Nova Divisão

Para classificar as bacias hidrográficas do Brasil foi estabelecida, no ano 2000, pelo IBGE, novos conjuntos hidrográficos. São 57 principais bacias e sub-bacias. O IBGE propôs tal mudança e acreditou que ela pode auxiliar na definição e na regionalização do potencial hídrico brasileiro, especialmente no campo superficial. Com isso, planejamentos ambientais podem ser organizados para que o recurso mais precioso dos últimos tempos possa ser usado de forma racional. A bacia hidrográfica brasileira ocupa grande parte da região Amazônica e a área da Platina (Paraná, Paraguai e Uruguai) e do Tocantins.

Nova Divisão

No ano de 2000, o IBGE estabeleceu uma nova classificação para as bacias hidrográficas brasileiras, caracterizando dez importantes grupos hidrográficos, formados por 57 grandes bacias e sub-bacias.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados