Colégio Web

Classificação dos movimentos

Publicidade

Classificação dos movimentos 

Classificação quanto a trajetória 
Conforme a trajetória, os movimentos podem ser: 

1- Movimento retílineo: é quando a trajetória consiste em uma reta.
 
A equação desta tajetória em um plano cartesiano é a seguinte: 

y = ax + b, sendo a e b duas constantes. 

Vejamos um exemplo: 

De acordo com o gráfico ao lado, um corpo qualquer tem uma massa de 2 kg, em movimento retilíneo, e sua velocidade vai variando no tempo.

2- Movimento parabólico: é quando a trajetória consiste em uma parábola. Neste caso a equação da tarjetória é a seguinte: 

y = ax² + bx + c, sendo a, b e c três constantes e a ≠ 0. 

Vejamos um exemplo: 

Neste caso as parábolas ficam em forma de U, com a concavidade voltada para cima.

3- Movimento circular: é quando a trajetória consiste em uma circunferência. Neste caso, a equação da trajetória é a seguinte: 

(x – a)² + (y – b)² = c², sendo a,b e c três constantes, a e b as duas coordenadas do centro da circunferência e c ≠ 0, sendo o raio da circunferência. 

Vejamos um exemplo: 

A figura ao lado mostra um objeto que está em movimento uniforme em uma trajetória circular.

4- Existem outras formas que a trajetória pode apresentar, como por exemplo, trajetória elíptica, trajetória hiperbólia, etc. 

Classificação quanto a função horária dos espaços: s = f(t) 

Quando dizemos que a função horária dos espaços é polinominal, podemos afirmar que de acordo com o seu grau de movimento, ela pode ser classificada em: 

– Movimento Uniforme (MUV): sua função horária do primeiro grau é representada por: s = f (t), esta é uma função do tipo: s = at + b, sendo a e b duas constantes e a ≠ 0. 

Movimento Uniformemente Variado (MUV): sua função horária do segundo grau é representada por: s = at² + bt + c, sendo a, b e c três constantes e a ≠ 0. 

Em um brinquedo que apresenta uma queda livre vertical, a partir do seu repouso, sua trajetória será para baixo, realizando assim um MUV (movimento retilíneo variado).

Classificação quanto ao sinal da velocidade escalar instantânea 

Através do sinal da velocidade escalar instantânea, podemos classificar os movimentos em: 

a) Movimento Uniforme Progressivo – O sentido do movimento do corpo coincide com o sentido fixado como positivo para a trajetória; a velocidade do móvel é positiva; os espaços aumentam em relação à origem.

b) Movimento Uniforme Retrógrado (ou regressivo) – O móvel anda contra a orientação da trajetória; a velocidade é negativa; os espaços diminuem algebricamente em relação à origem. 

Vejamos um exemplo destes dois movimentos: 


VA > 0 ⇒ o movimento de A é progressivo. 

VB < 0 ⇒ o movimento de B é retrógrado. 

Classificação quanto ao valor absoluto da velocidade escalar instantânea 

Através do valor absoluto da velocidade escalar instantânea, podemos classificar os movimentos em: 

a) Movimento acelerado: é o movimento variado, onde o valor total da velocidade aumenta conforme o tempo. 

O movimento será progressivo e acelerado, quando V > 0 e y > 0. 

Já o movimento será retrógrado e acelerado, quando V < 0 e y < 0. 

b) Movimento retardado: é o movimento variado, onde o valor total da velocidade diminui conforme o tempo. 

O movimento será progressivo e retardado, quando V > 0 e y < 0.

Já o movimento será retrógrado e retardado, quando V < 0 e y > 0. 

Esquematicamente temos: 

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados