Colégio Web

Calculando Dilatações e Contrações

Publicidade

Como calcular estas dilatações ou estas contrações ? 

Existem três equações simples para determinar o quanto um corpo varia de tamanho, e cada uma delas deve ser usada em uma situação diferente.

1 – Dilatação térmica linear

L = Lo . a . T  
L= quanto o corpo aumentou seu comprimento 
Lo= comprimento inicial do corpo
= coeficiente de dilatação linear (depende do material)
T = variação da temperatura ( Tf – Ti )

Vale destacar que o coeficiente de dilatação linear (  ) é um número tabelado e depende de cada material. Com ele podemos comparar qual substância dilata ou contrai mais do que outra. Quanto maior for o coeficiente de dilatação linear da substância mais facilidade ela terá para aumentar seu tamanho, quando esquentada, ou diminuir seu tamanho, quando esfriada.
Outra coisa interessante de notar é que, se soubermos o valor do coeficiente de dilatação linear () de uma determinada substância, poderemos também saber o valor do coeficiente de dilatação superficial ( ) e o coeficiente de dilatação volumétrica () da mesma. Eles se relacionam da seguinte maneira: 
 

2) Dilatação Térmica Superficial

3) Dilatação Térmica Volumétrica

Tabelas com os coeficientes de dilatação linear ( ) e volumétrica ( ) de algumas substâncias 

substância        

Coeficiente de dilatação linear     () em ºC-1

aço  1,1 x 10-5
alumínio  2,4 x 10-5
chumbo  2,9 x 10-5
cobre  1,7 x 10-5
ferro 1,2 x 10-5
latão 2,0 x 10-5
ouro 1,4 x 10-5
 prata  1,9 x 10-5
vidro comum 0,9 x 10-5
vidro pirex  0,3 x 10-5
zinco 6,4 x 10-5
substância Coeficiente de dilatação volumétrica   () em ºC-1
álcool 100 x 10-5
gases  3,66 x 10-3
gasolina  11 x 10-4
mercúrio  18,2 x 10-5

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados