Colégio Web

Emprego do mau e do mal

1Mal com “l” funciona como advérbio, sendo o antônimo do termo “bem”.

Publicidade

Já o mau com “u”, vai funcionar como adjetivo, sendo antônimo de bom.

Na prática:
Ele é um gestor mau, só pratica o mal.

Em termos opostos

2Ele é um gestor bom, só pratica o bem.

Mau, enquanto adjetivo, também é utilizado de forma mais intensa quando se deseja indicar que alguma coisa está com má qualidade ou mesmo quando alguém fez maldades. É um sinônimo para aquele que é ruim e malvado. Mas, também terá outras significações, podendo ter sentido de indelicado, nocivo, incapaz, endiabrado, incorreto, difícil, indecente e tantos outros que traduzam essa ideia.

Ele é um mau aluno.
Afaste esses maus presságios de sua mente.

“Mal”, enquanto advérbio, será utilizado especialmente para demarcar alguma coisa que foi feita de forma errada ou incorreta, de forma insatisfatória ou negativa, indevida. Por outro lado, “mal” também funcionará como substantivo e vai sinalizar para moléstias, doenças, angústias, maldade, desgostos. Aquilo que é nocivo e prejudica. “Mal” também pode ser conjunção temporal, significando “assim que”. Vejamos os exemplos.

Eu preciso descansar porque tenho vivido muito mal.
O mal da sociedade ocidental e moderna é a dor urbana.
Mal tocou o sinal, os alunos já estavam enlatados no portão.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados