Colégio Web

A organização da descrição

1As boas descrições são marcadas por criteriosas observações, traços psicológicos e físicos bem delimitados. O ato de descrever as emoções também é um elemento essencial, pois quem não gosta de tentar enxergar e compreender uma emoção?

Publicidade

Toda descrição apresentará pessoas, lugares e objetos. Esse ato precisa ser bem realístico, sem influências da percepção pessoal de quem escreve. Apenas em uma descrição subjetiva é que o escritor vai usar seus elementos particulares.

O que é essencial na organização de uma descrição?

Pessoas: quando comumente falamos de alguém, logo associamos o jeito como a pessoa se porta, seus traços e estatura, o rosto e alguns aspectos peculiares. Quando se retrata alguém numa folha de papel, o mecanismo é o mesmo. É preciso tratar de cada aspecto físico como pele, altura, olhos, peso e cabelo. Qual é o modo de vestir? E qual é o perfil psicológico de quem descrevo? Como é o caráter, como essa pessoa se expressa, e suas condutas? O temperamento, o modo de conversar e de agir levam a que descrição?

2Lugares: em termos de espaço, há diversos elementos que podem ser citados. O leitor, quando diante de uma boa descrição, se sentirá dentro do local descrito. É um espaço aberto ou fechado? Sendo fechado, o que há neste ambiente? Qual a cor da cortina, qual o diferencial da porta? E os pisos, como estão dispostos os objetos? Muito importante: qual a luminosidade? É preciso que os leitores se sintam já familiarizados com o local, como se ali já estivessem permanecido por mais de uma única vez. Quando se trata de locais abertos, também deve-se explorar o pano de fundo. Se há animais, árvores, grama. O que as pessoas sentem ao adentrar em tal espaço? De cada objeto que há no local, o que podemos observar em termos de som, aroma ou temperatura?

Objetos: os objetos precisam ser minuciosamente observados. São redondos, triangulares? Quais as dimensões? Largos, altos, espessos? De que é composto o objeto que descrevo: aparências em termos de cor, brilho, textura e peso. Se é novo ou velho, se há alguma anomalia. E para que serve tal objeto? Assim se desperta no leitor toda uma curiosidade em imaginar o que está sendo descrito.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados