Colégio Web

Por que aprender um novo idioma na terceira idade?

Publicidade

Para quem pensa que chegar à terceira idade é o fim da vida, está bem enganado. Atualmente, as pessoas na terceira idade querem muito mais do que esperar a passagem do tempo. Elas querem alcançar objetivos e aprender o que não foi possível.

A vida muitas vezes não nos proporciona tempo ou condições para aprender o que queremos, e quando chegamos à maturidade temos essa oportunidade. Nessa etapa da vida temos a possibilidade de realizar alguns projetos esquecidos ou adiados.

Na infância

Muitos pais procuram escolas de idiomas, a fim de que seus filhos aprendam um segundo idioma (inglês, alemão, italiano, francês, espanhol ou qualquer outra língua) com o objetivo de que aprendam a falar, escrever, ler e se comunicarem com novas pessoas, aprendendo novas culturas, para garantir sucesso na área profissional e também para que possam viajar e conhecer o mundo.

Na melhor idade

Terceira Idade

Os que possuem mais de 50 anos estão procurando as escolas de idiomas para o ensino de uma segunda língua. Essa procura possui várias justificativas como integração social, o projeto que ficou adiado, disponibilidade e disposição para aprender.

Era da comunicação

Estamos na era da comunicação em que a cada dia as pessoas se comunicam cada vez mais, com as mais diferentes pessoas em toda a parte do mundo. Nesse caso, é preciso saber um segundo idioma. Ler um bom livro em outro idioma também requer o aprendizado de outra língua, assim como viajar, fazer compras pela internet, baixar e ouvir músicas e ter acesso a várias informações.

O prazer da comunicação

Estudos realizados demonstram que aprender uma nova língua faz bem para qualquer pessoa e em qualquer lugar. Benefícios que foram percebidos em pessoas da terceira idade que aprenderam um segundo idioma:

  • Sentimento de plenitude;
  • Resgate de projetos anteriores;
  • Sentido novo para a vida;
  • Fazer novos amigos;
  • Ficar mais ativo e animado;
  • Ter predisposição ao estudo;
  • Ajuda na memorização;
  • Proporcionar encontros.

Estudar Terceira Idade

Algumas escolas de idiomas ainda proporcionam aos alunos encontros em restaurantes ou visitas em museus em que as pessoas conversam apenas no idioma ensinado.

Desafios encontrados pela terceira idade

Para essas pessoas aprenderem nessa idade, um grande desafio é posto. Quando um aluno é avaliado pelo seu entendimento e aproveitamento, a insegurança é uma certeza. Muitas vezes, o aluno se recusa a participar das aulas por receio de errar, além de que existem algumas limitações como dificuldades de audição, perda de memória e raciocínio mais lento.

O que importa na verdade é a satisfação de aprender.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados