Colégio Web

O que são panelas e por que você deve combatê-las?

Publicidade

Na escola, sempre há aquelas pessoas que temos mais facilidade para interagir. Elas nos entendem melhor, temos mais assuntos em comum e as conversam fluem mais facilmente, com poucas discussões negativas.

No geral, estas pessoas constituem um número pequeno em comparação com o total de pessoas do local. Ou seja, somos amigos de umas 5 pessoas em uma sala de 50. São com elas que saímos no final de semana, fazemos os trabalhos em grupo e nos auxiliamos no período de provas.

Estes grupinhos têm nome e eles não são tão bons assim como pensamos! Confira mais informações a seguir!

O que são panelas?

As panelas, ou panelinhas, são os grupos de pessoas que interagem apenas entre si, abdicando da interação com o restante do grupo para se dedicar apenas aos poucos amigos.

A criação destas panelas é normal, pois a afinidade é essencial para que nos sintamos bem e tiremos proveito nas discussões. Com quem temos melhor interação, conversamos bem melhor, somos mais honestos e ocorre mutualidade. É inevitável ter uma panelinha! Até mesmo tribos urbanas podem ser consideradas, tais como emos, góticos e punks.

No entanto, quando em exagero, estes grupinhos não são benéficos para nosso desenvolvimento como estudante, pessoa e profissional. Confira o porquê abaixo!

O que são panelas e por que você deve combatê-las

Desvantagens das panelas

Com 8 bilhões de pessoas no Mundo, aproveitar o conhecimento e peculiaridade de apenas 5 ou 10 pessoas é desperdício! Quanto mais experiências tivermos, melhor nos sairemos em relacionamentos mais íntimos, produtividade na escola e entendimento sobre como funcionam as pessoas.

Veja dois exemplos de desvantagens dos alunos que se fecham a uma panelinha e não interagem com outras pessoas.

Interação restrita

Além das pessoas se fecharem aos seus únicos e poucos amigos, muitos deles acabam criando certo preconceito com outras pessoas. Um exemplo nas escolas é a nítida separação entre os nerds e CDFs dos populares e festeiros.

No entanto, esta restrição não é interessante. Todos podem aprender uns com os outros. Usando o exemplo citado, os mais inteligentes podem ensinar aos festeiros sobre raciocínio, dar dicas de estudo e oferecer informações de maneira mais simples. Já os populares podem ajudar os nerds e CDFs a se relacionarem melhor com outras pessoas, este que é um problema comum por parte daqueles que passam muito tempo estudando e saem pouco de casa.

Sabendo extrair o melhor de cada um, todos só têm a ganhar!

Pouco aprendizado e experiência

Outra desvantagem muito comum entre aqueles que se fecham em panelinhas é a falta de experiência. São estas pessoas que mais sofrem quando mudam de escola e/ou cidade, pois não sabem interagir com pessoas desconhecidas, ou seja, criar novas amizades.

Elas também terão tendência a sofrer mais quando conseguirem um emprego. Além disso, terão pouco aprendizado sobre como lidar com as mais diversas personalidades e caráteres!

O ideal é ter o seu grupinho, mas mesmo assim não se fechar. Continuar falando com todas as pessoas da sala de aula, pois assim desenvolverá mais facilidade em interagir com diversos tipos de meninos e meninas.

E você? Concorda com o que foi dito? Comente!

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados