Colégio Web

Cadeirinha Veicular: item obrigatório em carros que transportam crianças!

É obrigatório o uso da cadeirinha veicular para bebês e crianças com até 7 anos e meio de idade. Conheça os diferentes tipos de cadeira, para os diferentes casos!

Publicidade

É obrigatório o uso da cadeirinha veicular para bebês e crianças com até 7 anos e meio de idade. O uso correto do equipamento pode evitar sérios e graves acidentes nas ruas e estradas. Dirigir com crianças sem o equipamento no carro é uma infração gravíssima, e o motorista que descumprir a lei receberá multa e sete pontos na carteira.

Um estudo do Sistema de Informação de Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde, demonstrou que a cadeirinha é realmente a melhor forma de transportar as crianças com segurança em veículos de passeio. A eficiência do equipamento ocorre apenas se o equipamento estiver instalado de forma correta. Você sabe como posicionar a criança e instalar o modelo ideal para seu filho? Vamos detalhar!

Tipos de cadeira veicular para crianças

Cadeirinha Veicular

Bebê-conforto – é indicado para recém-nascidos de até 9 kg e deve ser instalado de costa para o banco da frente do carro, protegendo o pescoço da criança em caso de acidentes.

Poltronas reversíveis – são cadeirinhas que comportam desde recém-nascidos até crianças de 16 kg. Quando completar o peso de 9 kg ou um ano de idade, a cadeirinha deve ser posicionada de frente para o banco do motorista. O equipamento vem com o cinto de segurança de cinco pontos.

Booters – são banquinhos que fazem a criança ficar mais alta, e podem ter encosto ou não. É adaptado ao cinto de segurança do próprio carro. O uso é obrigatório para crianças de 4 a 7 anos e meio e é proibido para menores de quatro anos.

Crianças com mais de 10 anos podem ser transportadas no banco da frente só com o cinto de segurança. Em veículos como picapes, os menores podem andar na frente, porém com o equipamento de segurança.

Quando transportada várias crianças num mesmo veículo excedendo, a capacidade do banco traseiro, a maior criança poderá ficar no banco da frente com o equipamento de segurança adequado à sua idade e altura.

Importante: não cometa erros transportando crianças com cadeirinha frouxa, mal instalada, equipamento virado para o lado errado, assento pequeno ou grande demais para a criança e cinto de segurança largo.

Dica: siga as instruções do manual de instalação e guarde-o para futuras consultas;

Quando a criança for transportada no banco da frente, afaste ao máximo o banco do para-brisa, evitando que em caso de acidente a criança se corte. Todo cuidado é pouco! O mais importante é prevenir e usar o equipamento de forma adequada.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados