Colégio Web

74 anos da morte de Guilherme II

Publicidade

Há 74 anos morreu o último Kaiser do Império Colonial Alemão, o Friedrich Wilhelm Viktor Albert, conhecido como Guilherme II. Sua morte ocorreu em 04 de junho de 1941, em Haus Doorn, na Holanda, vítima de embolia pulmonar. Além de ter sido o terceiro imperador da Alemanha, foi também o último Rei da Prússia.

Infância

O nascimento de Guilherme II foi em 27 de janeiro de 1859. Ele era neto da rainha Vitória e do rei Alberto. Seus pais eram o príncipe da Prússia, Frederico Guilherme, e a princesa do Reino Unido, Viktoria. Consequentemente, ele era o segundo na linha de sucessão prussiana.

Desde pequeno, o futuro Kaiser alemão era influenciado pela vida militar. Entretanto, algumas de suas maiores características era o gênio indomável e a indisciplina, sendo estes traços marcantes de sua personalidade. Fisicamente, contava com um problema de nascença na mão esquerda.

Alemanha antes de Guilherme II

Guilherme II

A região prussiana foi importante para a unificação da Alemanha, embora tardia, se comparada com o império britânico que, tanto industrialmente quanto colonialmente, era superior aos germânicos.

A unificação da Alemanha como império, antes do nascimento de Guilherme II, ocorreria em 1871, considerado este como “Segundo Reich”, dado que o “Primeiro” decorrera de 962 a 1806, no período do Império Romano Germânico.

Guilherme II e seu Reich

O reinado de Guilherme II foi de 1888 a 1918. Ou seja, aos 29 anos assumiu o título de Kaiser da Alemanha e rei da Prússia. Foi a partir dele que a figura do imperador passaria a ter um papel mais importante do que a do Chanceler, visto que as questões políticas eram de responsabilidade não do imperador, mas sim desse outro, o Chanceler.

Além disso, Guilherme II era muito interessado nas questões políticas não só da Prússia, como também da Alemanha, especialmente no que se refere a questões de cunho socialista. Em seu governo houve uma importante transição administrativa na Alemanha, resultando em expressivos desenvolvimentos econômicos e políticos, que chamavam a atenção especialmente dos britânicos.

II Guilherme

Fim de Guilherme II e da Alemanha colonial

A personalidade de Guilherme II resultaria em desagradáveis relações, não só com a Grã-Bretanha, como também com a França e Rússia, deixando-o isolado tanto nas políticas internas quanto externas.

O que culminou em sua saída definitiva do trono foi a humilhante derrota da Alemanha na Primeira Guerra Mundial. Além de perder o poder político e militar alemão, também foi obrigado a abdicar o trono prussiano.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados