Colégio Web

Aleksandr Porfirevich Borodin

Publicidade

Químico e compositor russo, natural de São Petersburgo, especialista em pesquisas sobre as propriedades do benzol e dos aldeídos. Filho natural de um príncipe georgiano, Porfiri Borodin, sua mãe depois casaria com um médico aposentado, e ele cresceu em São Petersburgo, onde recebeu educação refinada e completa. Entrou (1850) para a Academia de Medicina de São Petersburgo, onde estudou química e depois foi fazer especialização em química na Alemanha (1859-1862). Foi professor de Química Orgânica na Academia Militar de São Petersburgo (1864-1887), onde ensinou e pesquisou. Desenvolveu um grande esforço para que as mulheres da Rússia pudesse acessar a escolas de medicina. Não conseguiu que fossem admitidas mulheres na Academia, embora conseguisse um pouco de relaxamento das restrições durante o mais liberal. 

O seu laboratório tornou-se o primeiro local do país onde as mulheres obtiveram permissão para estudar medicina legalmente, embora esse direito tenha sido revogado por ordem do regime repressivo de Czar Alexander III. Passou a interessar-se seriamente pela música antes de se tornar professor de química (1862). Ainda criança já tocava flauta e piano e escreveu um dueto de piano aos nova anos de idade. Depois de graduação da Academia Médica, estudou com o compositor russo Mily Balakirev e com ele, Nikolai Rimsky-Korsakov, Cesar Cui e Modesto Mussorgsky, se tornaram conhecidos como o famoso Grupo dos Cinco ou o Grupo Forte de São Petersburgo.

Fundaram a Academia de Música Grátis, uma nova escola musical no país, enquanto defendiam a educação de música para todo o mundo, em oposição a Academia Oficial de Música de São Petersburgo, fundada por Anton Rubenstein e que apoiada pelo governo imperial. Como a maioria dos compositores de São Petersburgo, que não viviam somente de sua arte, ele manteve seu trabalho na Academia Militar, mesmo depois de ganhar fama como composito. Sua primeira sinfonia foi escrita em cinco anos (1862-1867) e a segunda (1869-1876) e iniciou a terceira sinfonia (1882) que não conseguiu completar antes que morresse, assassinado em uma festa em São Petersburgo. Além ds sinfonias compôs músicas de piano, trabalhos populares e uma ópera principal, Príncipe Igor (1869-1887), que também estava inacabada quando da sua morte.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados