Colégio Web

Cadeias Carbônicas

Publicidade

Resumindo:

Cadeias Carbônicas e Radicais
Tomemos, por exemplo, o composto: 

                                      CH3       CH3 
                                         |                  |
CH3 — CH — CH — CH — C — CH2 — CH3
               |             |                     |
             CH2      CH2             CH
               |             | 
             CH3       CH

Podemos separá-lo em duas partes principais:

Cadeia Principal – É a maior seqüência de carbonos, ininterrupta, que abrange a principal característica do composto.

Radicais Orgânicos – São grupamentos de átomos contendo carbono, que se unem à cadeia principal por ligações (valências).

O composto acima, separado nas duas partes descritas, ficaria:

                       CH3                 CH3
                          |                        |
CH3 — CH – CH – CH – C – CH2 — CH3 
                |                  |                     | 
             CH          CH             CH3
                 |                 | 
              CH3          CH3

Ou seja: Cadeia Principal com 8 carbonos, e um total de 5 radicais, sendo 4 constituídos por um carbono e 1 constituído por 2 carbonos.

CLASSIFICAÇÃO DAS CADEIAS CARBÔNICAS
SATURADA: Cadeia cujos carbonos, se unem por simples ligação:

            CH2

                                           CH3 — CH2 — CH3
   CH2            CH2

INSATURADA: Cadeia cujos carbonos se unem por duplas e/ou triplas ligações:

           CH

                                           CH2 = CH — CH3 
     CH             CH2

HOMOGÊNEA: Cadeia cujo núcleo só é constituído por carbonos.

CH3 — CH2 — CH3

HETEROGÊNEA: Cadeia que apresenta um heteroátomo (N, O, S), ou seja, átomo diferente de carbono unido a pelo menos dois outros carbonos.

CH3 — O — CH2 — CH3

NORMAL: Cadeia não ramificada, ou seja, constituída por carbonos primários e secundários somente.

CH3 — CH2 — CH = CH2

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados