Colégio Web

Prorrogado prazo para pedido de isenção no Enem 2018

MEC estendeu o prazo para os estudantes solicitarem o benefício.

Publicidade

O Ministério da Educação (MEC) anunciou que vai prorrogar a período para pedido de isenção no pagamento da taxa de participação no Exame Nacional do Ensino Médio 2018. De acordo com as informações que foram divulgadas pela pasta, agora os estudantes terão até o dia 11 de abril. Anteriormente o prazo original era dia 6 de abril.

Prorrogado prazo para pedido de isenção no Enem 2018

O período também foi ampliado para os estudantes que precisam justificar a sua ausência no Enem 2017. De acordo com as novas regras válidas para o exame, todos aqueles estudantes que conseguiram a isenção e que não compareceram na prova terão que justificar sua ausência para ter acesso ao benefício novamente.

De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), a ampliação do prazo visa “dar mais tempo para que os participantes possam se adequar às novidades desta edição, garantindo, assim, a isonomia a todas as pessoas com direito à gratuidade da taxa de inscrição do exame”.

Seguindo os números que foram apresentados no balanço da última sexta-feira, dia 6, o número de pedidos de isenções já tinha superado a marca de 1 milhão de pessoas. A expectativa do Enem é que este número chegue aos 4 milhões até o final do prazo.

Prorrogado prazo para pedido de isenção no Enem 2018

Confira quem tem direito ao benefício:

Estudantes que estão cursando em 2018 o 3º ano do ensino médio na rede pública;

Estudantes que fizeram em 2017 o Exame de Certificação de Jovens e Adultos (Encceja) para ensino médio e que conseguiram a certificação;

Estudantes que cursaram todo o ensino médio na rede pública ou em escola particular como bolsista integral e que têm renda familiar mensal de até 1,5 salário mínimo por pessoa (R$ 1.431);

Estudantes com Número de Identificação Social (NIS), único e válido, com renda familiar por pessoa de até meio salário mínimo (R$ 477) ou renda familiar mensal de até três salários mínimos (R$ 2.862).

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados