Colégio Web

Professores estaduais entram em greve no RS

Alunos poderão ter problemas na entrega das notas finais com paralisação de final de ano.

Publicidade

Na semana passada, os professores da rede estadual de ensino do Rio Grande do Sul anunciaram mais uma greve, que desta vez deve complicar o final de ano dos alunos. O estado de greve vale a partir de amanhã, dia 13 de dezembro. O principal motivo que levou o sindicato da categoria a entrar em greve foi o pacote de medidas contra a crise financeira proposto pelo governador Ivo Sartori.

professores-estaduais-entram-em-greve-no-rs

De acordo com as informações que foram divulgadas pelo Cpers, sindicato dos professores estaduais do Rio Grande do Sul, a mobilização deve durar até o momento em que o pacote será votado na Assembleia Legislativa neste primeiro momento, mas os líderes admitem que a paralisação pode seguir.

Pacote contra a crise

Os professores do estado do Rio Grande do Sul estão enfrentando problemas ao longo de todo o ano de 2016, assim como outros profissionais que trabalham para o Estado, uma vez que os salários estão sendo parcelados ao longo dos últimos meses. Além disso, o governo do estado ainda não confirmou o pagamento do décimo terceiro deste ano.

professores-estaduais-entram-em-greve-no-rs-2

O governo do estado declarou estado de emergência financeira, devido à falta de dinheiro para fazer o pagamento das contas. Para tentar recuperar as finanças do estado, o governo do estado apresentou um pacote com 40 medidas, mas que podem resolver apenas em médio e longo prazo. As medidas passam por cortes, extinções de secretarias e fundações e demissões, que devem atingir não apenas os cargos de confiança, mas também os cargos efetivos.

Os professores não acreditam que estas medidas serão efetivas e vão começar um trabalho para pressionar os deputados para que o pacote não passe.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados