Colégio Web

MIT aparece como a universidade favorita dos empregadores no mundo

Instituições brasileiras também são citadas no ranking.

Publicidade

O MIT – Massachusetts Institute of Technology é considerado como a melhor universidade do mundo para ser colocada em um currículo, de acordo com empregadores espalhados pelo mundo todo. Este foi o resultado de um ranking chamado Graduate Employability Rankings, que conta com resposta de 42 mil empregadores.

MIT aparece como a universidade favorita dos empregadores no mundo

A instituições que aparecem nas primeiras quatro posições deste estudo internacional são as seguintes: MIT, Stanford, Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA) e Harvard. Algumas instituições brasileiras também aparecem mencionadas no ranking. A mais bem colocada é a USP – Universidade de São Paulo, que aparece na 67º colocação.

O total de instituições que foram listadas no ranking é 497. Outras cinco instituições brasileiras que aparecem no ranking são: Unicamp e a UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) estão entre a 251ª e a 300ª posição e a Unesp (Universidade Estadual Paulista), UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) e Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), entre a 301ª e 497ª.

A lista é de responsabilidade da empresa QS, que também publica anualmente o Ranking Mundial de Universidades, focado especificamente na medição do desempenho dos candidatos.

MIT aparece como a universidade favorita dos empregadores no mundo

De acordo com as informações que foram divulgadas em relação a este ranking especificamente, os empregadores foram questionados sobre os locais em que recrutam seus formandos mais “competentes, inovadores e eficientes”. Além das respostas, o ranking levou em conta as estatísticas de empregabilidade de ex-estudantes, a formação acadêmica de ocupantes de altos cargos e as parcerias entre universidades e empresas.

Na Europa, as mais bem colocadas são britânicas: a Universidade de Cambridge, em sétimo lugar, e a de Oxford, em décimo.

Entre as asiáticas, o ranking destaca, por exemplo, a Universidade Tsinghua, na China, em nono lugar, e a Universidade de Hong Kong, em 13º – refletindo o avanço chinês na educação superior.

Do total de quase 500 unversidades avaliadas em termos de empregabilidade, 144 são da Europa Ocidental, 102 são asiáticas e 83 são americanas.

 

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados