Depois de muita espera e alguns atrasos, finalmente o Ministério da Educação liberou o resultado do Sistema de Seleção Unificada (SiSU) 2024. O resultado deveria ser divulgado na terça, dia 30 de janeiro, mas acabou sendo liberado no sistema somente no final da tarde da quarta-feira, dia 31 de janeiro.

MEC libera resultado do SiSU 2024

O resultado pode ser conferido no site do SiSU.

Em nota, o MEC afirmou que a divulgação dos resultados acabou sofrendo com atrasos em virtude de problemas técnicos, mas sem entrar em detalhes do que teria acontecido. Por enquanto, não existe nenhuma outra alteração nas datas e no cronograma deste processo seletivo.

Para conferir o resultado, os estudantes devem acessar o sistema utilizando os seus dados do Portal Gov.br, mediante CPF e senha cadastrada. Além da possibilidade da consulta através do boletim individual, os interessados também podem conferir os aprovados em uma lista pública e aberta.

Os aprovados devem realizar suas matrículas entre os dias 2 e 7 de fevereiro, sendo que a confirmação do interesse das vagas deve ser feita diretamente na Universidade para a qual o candidato conseguiu a vaga. Será de responsabilidade do aprovado obter as informações referentes as datas e também os procedimentos que devem ser seguidos.

Aqueles candidatos que não encontrarem os seus nomes em nenhuma das duas opções nesta primeira lista poderão manifestar interesse em entrar na lista de espera entre os dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

Vagas SiSU

MEC libera resultado do SiSU 2024

seleção recebeu, na única edição realizada neste ano, um total de 1.271.301 candidatos inscritos. Do total de estudantes aptos a participar do SiSU, 57,6% se inscreveram no programa. Essa foi a maior taxa de participação desde 2017, segundo o MEC.

Os cursos com maior número de inscrições foram: Medicina, Direito, Administração, Psicologia e Enfermagem. A região Nordeste foi a que mais disponibilizou vagas no SiSU 2024.

O programa contou com mudanças no sistema de cotas devido à atualização da Lei de Cotas. Todos os candidatos disputaram as vagas, em um primeiro momento, na modalidade de ampla concorrência. Aqueles que se inscreveram enquanto cotistas, só concorreram às vagas reservadas em caso de nota não suficiente para a ampla concorrência. Mais de 140 mil vagas foram ofertadas para as cotas.