Colégio Web

MEC lançará novo SiSU para preenchimento de vagas que sobram

Pesquisa mostra que 99 mil vagas ficaram receosas no não passado.

Publicidade

O Ministério da Educação (MEC) apresentou nesta semana uma nova modalidade do Sistema de Seleção Unificada (SiSU) focado especialmente no preenchimento das chamadas vagas remanescentes. A ideia é reduzir a quantidade de vagas ociosas tanto na rede pública de ensino quanto também na rede privada.

MEC lançará novo SiSU para preenchimento de vagas que sobram

O anuncio foi feito no mesmo evento que o Ministério da Educação divulgou os resultados do Censo da Educação Superior 2017. De acordo com os dados que foram liberados, 99 mil vagas em instituições superiores federais não foram ocupadas somente no ano de 2017. Se for levar em consideração os anos anteriores, a quantidade de vagas que sobrou pode chegar a 2,8 milhões.

Durante a coletiva, o ministro Rossieli Soares ressaltou que a ociosidade destas oportunidades é um desperdício de dinheiro público, já que é algo que está se acumulando há anos. “Com certeza, temos muitos estudantes que sonham em estudar em uma universidade pública, mesmo tendo algum tipo de bolsa ou financiamento em instituição privada”, afirma.

MEC lançará novo SiSU para preenchimento de vagas que sobram

Os dados também revelam algumas informações referentes aos motivos que levam a desistência. Grande parte dos alunos que deixam de fazer o curso estão nas modalidades de licenciaturas. Além disso, também existe o problema dos estudantes que passam em instituições de regiões diferentes onde eles moram, sendo que isso também se apresenta como uma dificuldade.

Sobre a nova modalidade de seleção que será feita para preencher essas vagas, o MEC ainda não divulgou maiores detalhes sobre o formato e nem possíveis datas. A criação do novo SiSU ainda deverá ser discutida com instituições públicas.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados