Colégio Web

Mais de 1200 brasileiros utilizaram a nota do Enem para estudar em Portugal

Números foram revelados pelo Ministério da Educação e levam em consideração os estudantes que foram para a Europa desde o ano de 2014.

Publicidade

O Ministério da Educação divulgou algumas informações relacionadas aos estudantes que optaram por utilizar a sua nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para estudar em Portugal. De acordo com a pasta, foram mais de 1200 que utilizar a sua nota da prova para conseguir ingressar em uma das universidades portuguesas parceiras.

Mais de 1200 brasileiros utilizaram a nota do Enem para estudar em Portugal

Foram levadas em consideração os dados que foram revelados por 23 das 29 instituições portuguesas que atualmente possuam parceria com o Inep e aceitam a nota obtida pelos alunos na prova brasileira. Este número deve ser ainda maior, pois as demais instituições ainda estão fazendo um levantamento destes dados.

A Universidade portuguesa mais procurada pelos estudantes brasileiros foi a Universidade do Porto, com 316 estudantes matriculados, em menos de dois anos de parceria. A Universidade Algarve também conta com 316 alunos brasileiros matriculados através da nota do Enem, mas a instituição é parceira do Brasil desde o ano de 2014.

O movimento de adesão ao exame brasileiro por parte das universidades portuguesas começou em 2014 e, desde então, só tem se intensificado. A Universidade de Coimbra, que está entre as que não consolidaram os dados, foi a primeira a aderir ao Enem.

Mais de 1200 brasileiros utilizaram a nota do Enem para estudar em Portugal

Para participar dos processos seletivos das instituições portuguesas, os alunos devem acompanhar os regulamentos publicados por cada uma das universidades, uma vez que eles variam. As notas de corte também acabam mudando dependendo do curso e da instituição desejada.

Algumas universidades cobram uma taxa de candidatura, que podem variar de 0€ a 110€ (euros), porém, em alguns casos, como na Universidade de Algarve, o procedimento pode ser realizado gratuitamente.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados