Colégio Web

Horas de trabalho voluntário poderão ser incluídos nos currículos de curso básico e superior

Ministério da Educação anunciou a autorização nesta semana.

Publicidade

O Ministério da Educação divulgou esta semana a homologação de uma diretriz que passa a autorizar a inclusão de horas de trabalho voluntário em históricos acadêmicos de escolas e de universidades. O anuncio foi feito durante um evento comemorativo em alusão ao Dia Nacional do Voluntariado, que contou com a presença do ministro da educação, Rossieli Soares, e do presidente Michel Temer.

Horas de trabalho voluntário poderão ser incluídos nos currículos de curso básico e superior

De acordo com o texto que foi divulgado pelo Ministério da Educação, as atividades curriculares que estiverem diretamente relacionadas com o voluntariado poderão ser incluídas junto à carga horária mínima, e poderão até ser contadas a mais.

“Na educação básica, no entanto, a carga horária do voluntariado deverá ser realizada além da carga-horária mínima. De acordo com a resolução homologada, as atividades voluntárias, quando previstas em currículos pedagógicos, serão sempre consideradas atividades extraordinárias, portanto, acessórias, aditivas e complementares ao conteúdo curricular mínimo obrigatório exigido pela regulação específica”, informou o MEC em nota.

Horas de trabalho voluntário poderão ser incluídos nos currículos de curso básico e superior

O grande objetivo do projeto, que foi realizado através de uma parceria entre o Ministério da Educação e a Casa Civil, é conseguir levar mais estudantes brasileiros para o trabalho voluntário.

Além disso, no mesmo evento foi lançado uma plataforma digital chamada Viva Voluntário, que funciona como uma espécie de rede social para conectar projetos de voluntariado a pessoas que queiram se envolver com essas iniciativas. A plataforma também contará com cursos oferecidos para voluntários e organizações.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados