Colégio Web

Fuvest anuncia adoção de recurso de reconhecimento facial para Vestibular 2019

Sistema deverá ser utilizado em substituição a coleta de impressão digital.

Publicidade

A Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest) vai modernizar o sistema de segurança adotado pela instituição para reduzir as tentativas de fraudes. De acordo com as informações que foram confirmadas pela responsável pelo Vestibular da USP, os estudantes deverão passar por um procedimento de reconhecimento facial.

Fuvest anuncia adoção de recurso de reconhecimento facial para Vestibular 2019

Este novo método deverá ser utilizado para substituir a tradicional coleta de digital que é utilizada pela Fuvest e que ainda é utilizada pela grande maioria das organizações de processos seletivos variados.

Para que o sistema funciona, no ato da inscrição os candidatos terão que enviar uma foto. No dia da prova, a imagem do candidato será captada e será comparada com a foto enviada através do sistema.

No dia 10 de junho, este sistema foi testado durante a prova de transferência, quando mais de 1.900 candidatos participaram. Segundo a própria Fuvest, a experiência foi realizada com êxito e deve ser efetivada para o Vestibular 2019.

A técnica de reconhecimento facial está, cada vez mais, disponível para as pessoas, sendo que até mesmo smartphones mais modernos contam com este recurso. Trata-se de uma técnica de biometria que se utiliza dos traços do rosto da pessoa para o processo de reconhecimento.

Os sistemas geralmente trabalham com os cerca de 80 nodais que podem ser encontrados na face humana, tais como a distância entre os olhos, o comprimento do nariz, o tamanho do queixo e a linha da mandíbula.

O sistema funciona fazendo a leitura justamente de todos os pontos nodais que podem ser encontrados na face humana. Primeiramente eles são armazenados em uma base de dados, que posteriormente acabam sendo unificados para formar uma assinatura facial. ]

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados