Estão abertas as inscrições para os candidatos interessados em participar do processo seletivo Vestibular 20233/1 do Instituto Federal de Goiás (IFG). De acordo com as informações que foram divulgadas pela instituição de ensino, os candidatos interessados em participar devem se inscrever até o dia 16 de novembro. Não será cobrada taxa de inscrição para este processo seletivo.

Abertas inscrições para o Vestibular 2023/1 via Enem do IFG

As inscrições podem ser feitas através do site do IFG.

O processo seletivo vestibular será feito apenas com a análise das notas que as pessoas tiraram no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Os candidatos poderão utilizar qualquer uma das edições das provas que aconteceram entre os anos de 2013 e 2022. Na prova selecionada, os candidatos devem ter tirado uma nota acima de 300 pontos na redação.

A única exceção é para os candidatos ao curso de Música, que além de participarem da prova também terão que fazer o upload de um vídeo de participação do teste de habilidades específicas até o dia 16 de novembro. As instruções completas podem ser obtidas no edital deste processo seletivo.

O resultado preliminar do teste de habilidades específicas em Música (vídeo enviado) será publicado em 25 de novembro. Os candidatos poderão entrar com recursos no dia 18 seguinte e a resposta será dada em 20/01.

Abertas inscrições para o Vestibular 2023/1 via Enem do IFG

A data de divulgação do resultado final deste processo seletivo vai depender da publicação das notas do Enem 2022, uma vez que a instituição também vai aceitar as provas que vão acontecer neste ano.

Vagas

Através deste processo seletivo vestibular, o IFG vai oferecer mais de mil vagas em cursos de graduação das áreas de Engenharias, Computação, tecnologias, licenciaturas e outras. As carreiras do IFG são ministradas nas cidades de Goiânia, Aparecida de Goiânia, Inhumas, Itumbiara, Jataí, Formosa, Anápolis, Águas Lindas, Senador Canedo, Uruaçu, Valparaíso e Luziânia.

Pelo menos metade de todas as vagas serão destinadas aos candidatos que fizeram todo o seu ensino médio na rede pública de ensino. Dentro deste grupo, existem vagas separadas pelas cotas para pessoas de baixa renda, Pretos, Pardos e Indígenas.