Colégio Web

Brasil fica em último no ranking sobre prestígio de professor

Pesquisa avalia como a população enxerga essa profissão.

Publicidade

O Brasil aparece na última colocação em um ranking que tem como principal objetivo medir a o prestigio que a profissão de professor possui em uma determinada região. Os dados foram revelados pela Varkey Foundation, organização voltada para a educação e analisa 35 países neste assunto.

Brasil fica em último no ranking sobre prestígio de professor

A fundação afirma que, globalmente, este é um momento em que a profissão do professor está ganhando em termos de prestigio, mas também afirma que o Brasil está indo na contramão. Nos últimos cinco anos, o Brasil acumula uma série de quedas no ranking, até aparecer na pior das posições neste ano de 2018.

Para chegar ao indicador, foram entrevistadas mil pessoas, de 16 a 64 anos, em cada país e mais de 5,5 mil docentes. No Brasil, apenas 9% acreditam que os alunos respeitam seus professores — na China, o líder, 81% veem esse respeito. O dado aparece em consonância com o fato de que só 20% dos pais brasileiros afirmam que encorajariam seus filhos a seguir a carreira — ante 55% dos pais chineses.

Brasil fica em último no ranking sobre prestígio de professor

De uma forma geral, o relatório afirma que existe uma percepção clara da falta de respeito que os alunos acabam tendo para com os professores. Os salários baixos que são pagos para a profissão e uma carreira pouco segura também acaba surgindo como problemas que afetam diretamente a percepção das pessoas em relação a profissão.

O estudo também indica que o brasileiro subestima a jornada de trabalho da profissão. A sociedade estima uma carga horária semanal média de 39 horas, ante o relato dos professores de uma média de 48 horas. Segundo a pesquisa, essa percepção é forte nos países latino-americanos e se diferencia de países como Finlândia, Canadá e Japão, onde os docentes trabalham menos horas do que a percepção de suas comunidades.

O relatório também afirma que a valorização dos professores está diretamente relacionada ao desempenho que os estudantes acabam tendo em testes como Programa de Internacional de Avaliação de Alunos (PISA).

Recomendados para você

Comentários