artificial-reefsA historinha dos três porquinhos talvez seja a primeira noção da importância do habitat que conhecemos. Para qualquer espécie, ele tem a sua importância. Quando o lobo mal destrói aquelas singelas casinhas, tudo desmorona na vida dos três bichinhos.

Publicidade

As destruições dos habitats implicam na sobrevivência das espécies. E como é formado um habitat? É aquele local em que as espécies escolhem viver para que consigam atender as suas necessidades básicas. É o endereço de cada ser vivo. Peixes precisam de água e minhocas gostam de morar no interior da terra.

Tipos de habitat

Há dois principais tipos de habitat: o artificial e o natural. Os naturais são desenvolvidos pela própria sabedoria da natureza. Não há interferência humana. Já um habitat artificial vai ser construído pelo homem. Nos dois casos o ser vivo precisa se sentir bem o suficiente para reproduzir-se e se desenvolver de forma saudável. O zoológico, por exemplo, é um habitat artificial.

Fatores como o clima, o tipo de alimentação que é adquirida no local e aspectos de sobrevivência são diferentes a partir de cada habitat. Quando uma espécie é retirada de seu endereço natural e levada para um lugar estranho, pode acabar morrendo em função da falta de adaptação no novo espaço.

Ambientes modificados ameaçam espécies

Vamos citar o dragão-de-komodo como exemplo. Quando esse lindo lagarto, o maior do mundo, é retirado das ilhas em que vive pacificamente, tudo de ruim pode acontecer ao animalzinho. O seu lugar privilegiado são as ilhas de Flores, Rinca e Komodo no pacífico.

Caso uma dessas ilhas seja “invadida” por lixo ou mesmo seja alterada em suas essências, o lagarto vai sentir o impacto. A transformação do habitat vai interferir na saúde do animal. É como se o seu lar fosse destruído. Assim, não há garantias quanto à manutenção do lagarto vivo.

Quando se ouve falar em extinção de espécies, nem sempre estamos atentos ao fato de que não apenas a caça, matança ou pesca são as causas desse problema. A transformação e destruição do habitat também levam a sérios prejuízos de preservação. A ação humana nos espaços não leva em consideração que ali moram diferentes espécies. A instalação de uma hidrelétrica ou mesmo a mudança de lavoura em um determinado pasto pode afetar toda a cadeia de seres vivos que ali residem.

O que cada cidadão deve fazer?

habitatQuando falamos em sustentabilidade do planeta, também é importante pensar que cada indivíduo deve ficar atento ao seu papel para a plena sobrevivência das espécies. Ou você acha que o lixo que você joga na rua não afeta alguém lá na frente? E aquela preguiça de deixar o automóvel em casa e poluir menos? Outro alerta importante diz respeito a darmos preferência a empresas e gestores que cumprem bem o papel de manter o ambiente saudável. Ser cliente de uma empresa que polui, desmata ou mata animais pode tornar você um cúmplice de tais crimes. Já parou pra pensar nessas questões?