Publicidade

O estado do Pernambuco está situado no centro-leste da região Nordeste e faz limites com os estados da Paraíba (N), do Ceará (NO), de Alagoas (SE), da Bahia (S) e do Piauí (O). Também é banhado pelo oceano Atlântico e ocupa uma área de 98 149,119 km² no Brasil, sendo parecido com a proporção territorial da Coreia do Sul. Os arquipélagos de Fernando de Noronha, São Pedro e São Paulo também fazem parte de Pernambuco, que tem Recife como capital. A sede da administração é o Palácio do Campo das Princesas.

Recife é um dos locais mais antigos da América Portuguesa, tendo sido rica colônia e capitania. Soube como explorar a indústria que exportava o açúcar e teve vários momentos marcantes na história do país: Batalhas dos Guararapes, Insurreição Pernambucana, espaços para surgimento do Exército Brasileiro. Foi berço de movimentos com caráter nativista e ideias libertárias: a Guerra dos Mascates, a Revolução Pernambucana, a Confederação do Equador e a Revolução Praieira.

De rica cultura popular, passa a ser berço de diversas manifestações como o frevo, maracatu e vasto patrimônio histórico, com destaque para detalhes do período colonial. Em 1990, com o surgimento do manguebeat, amálgama do rock, do pop, do rap e do funk, teve Chico Science como grande expoente da cultura pernambucana.
Alguns dos nomes de destaque do grupo de intelectuais e artistas pernambucanos: Mário Schenberg, José Leite Lopes, Leopoldo Nachbin e Paulo Ribenboim; Paulo Freire, João Cabral de Melo Neto, Manuel Bandeira e Nelson Rodrigues; Gilberto Freyre, Joaquim Nabuco, Josué de Castro e Joaquim Cardoso; Luiz Gonzaga, Bezerra da Silva, Alceu Valença e Naná Vasconcelos; Chacrinha, Marco Nanini, Guel Arraes e Aguinaldo Silva; artistas como Romero Britto, Francisco Brennand, Andree Guittcis e Aloísio Magalhães. Frei Caneca, Araújo Lima, Correia Picanço e Cardeal Arcoverde dentre diversos outros nomes levam a cultura pernambucana no sangue.

Bastante populoso, ocupa o sétimo lugar nesse quesito e tem cidades importantes como Caruaru e Petrolina. Possui o décimo maior PIB do país, sendo chamado de “leão do Norte” em referência ao período das capitanias hereditárias.

Pernambuco é um dos principais centros de atração turística do Brasil, devido sua cultura mais sua beleza natural. 

Isso pode ser observado através do aumento de turistas no decorrer dos anos.