Digite o que você quer buscar:  
01/06/2012 10:09

Países da Ásia Central

Aumentar fontes para melhor leitura Diminuir fontes para melhor leitura

Países da Ásia Central 

Com a independência das repúblicas da ex-URSS, foram formados os novos países da Ásia Central, que são: Cazaquistão, Quirguistão, Tadjiquistão, Turcomenistão, Uzbequistão. 

Sua área é de aproximadamente 3.994.400 Km2, e a população chega a atingir 50 milhões de habitantes, o que mostra que é uma região pouco povoada, tendo 13 hab./km2. 

Os países da Ásia Central fazem fronteira ao norte com a Rússia, a oeste com o Irã, ao sul com o Afeganistão e a leste com a China. 

O relevo desta região é recente, apresentando terremotos e vulcões. 

Esses países se destacam por serem interiores, pois os mares Cáspio e de Aral, que delimitam esses países, são fechados. Por este motivo, o clima seco predomina nesses países. 

As xerófitas, estepes e pradarias formam a vegetação dos países asiáticos. A vegetação mediterrânea é a menos extensa, que é encontrada no decorrer do Mar Cáspio. 

Na hidrografia podemos encontrar os afluentes dos mares Cáspio e Aral e do lago Balkash. Os rios mais extensos são Sir Daria e Amu Daria, que desemboca no mar do Aral. 

Os rios Obi e Yenissei nascem nesta região e desemboca no oceano Glacial Ártico. Eles possuem um ótimo potencial hidrelétrico. 

Cazaquistão

O Cazaquistão é o 10º país do mundo mais extenso, porém é um dos menores do mundo em relação à densidade demográfica. É um dos países da Ásia Central. Sua capital é a cidade de Astana. 

O país é constituído por estepes, desertos e regiões montanhosas. 

Em relação à Etnia, no Cazaquistão, 42% são cazaques, e 37% são russos, além desses, há também os tártaros e ucranianos. 

As indústrias são fundamentais para a economia do país, neste setor, a mão-de-obra, o potencial hidrelétrico e térmico, e os recursos minerais são bastante aproveitados. 

Os recursos minerais de maior destaque são: chumbo, carvão mineral, bauxita, petróleo, cobre, prata e zinco. 

Na agricultura, os principais produtos são: algodão, trigo milho, arroz, fumo, girassol, beterraba, a vinicultura e a fruticultura. 

A atividade pecuária também merece destaque, pois o país possui pastagens naturais muito extensas, onde há a criação de ovinos, bovinos, eqüinos e camelo. 

Quirguistão (Quirquízia)
É um dos países que compõe a Ásia Central, foi instituído em 1926, e passou a fazer parte da URSS em 1936. 

Sua capital é Bishkek, uma das mais importantes cidades do país. 

O Quirguistão se caracteriza por ser um país montanhoso e com uma altitude de 2.750m. 

Em relação á etnia, 52% da população é representada pelos quirquizes, 22% pelos russos, 13% pelos usbeques, 3% por ucranianos e 2% pelos germânicos. 

A agricultura é uma atividade predominante do país, onde se destaca produtos como, frutas, uva, cevada, trigo, e todo tipo de cultura que se desenvolve por meio de irrigação. 

Os recursos minerais mais explorados são: petróleo, gás, mercúrio, carvão e antimônio. 

O setor agropecuário está localizado no Vale de Fergana, sul do Quirguistão. 

No ano de 1991, a nova republica foi determinada como um Estado independente e democrático pelo Soviete Supremo do Quirguistão. Com isso, três Estados bálticos foram reconhecidos oficialmente pelo Quirguistão: Estônia, Letônia e Lituânia. 

O governo oficializou publicamente, a instituição de uma nova moeda, denominada som, que fez com que a inflação caísse de 50% para 4% ao mês.
O PIB do Quirguistão despencou na década de 90, com o colapso do sistema estatal soviético. No ano de 1994, um projeto de privatização e abertura da economia foi inserido no país, isso fez com que houvesse uma queda na inflação e um aumento de exportações, mas este fato não mudou a situação da população pobre. 

Tadjiquistão
É um dos países da Ásia Central, que em 1929 passou a pertencer a URSS. 

Dentre os países da Ásia Central é o que possui a menor área. Sua capital é a cidade de Duchambe, uma das maiores do país. É um país montanhoso. 

Em relação á etnia, 62% da população é representada pelos tadjiques e 24% pelos uzbeques, além dos russos, ucranianos, tártaros e quirquizes que também formam a população do Tadjiquistão. 

É um país que ao longo de sua história passou por diversos problemas como guerras civis, crises econômicas e sociais, que levaram o Tadjiquistão a ser considerado o país mais pobre da Ásia Central, e fez com que a Cruz Vermelha fizesse um apelo aos países estrangeiros, pedindo ajuda humanitária para evitar que a população do Tadjiquistão não fosse exterminada pela fome, pois o país já estava dois anos sofrendo com a seca. 

Devido a esta situação, a economia do país não se desenvolveu, e o país apresenta sérios problemas de saneamento, que faz aumentar o índice de mortalidade infantil. 

Atividades como a agricultura e pecuária são importantes no país. Na agricultura se destaca culturas como o trigo, cevada, algodão, fruticultura e vinicultura, que são cultivados em em grandes extensões. Na pecuária, a criação de ovinos, bovinos, iaques, camelo, e a sericicultura são destaques.
O principal recurso natural é o pontecial hidrelétrico do país. 

Turcomenistão

Turcomenistão também faz parte dos países da Ásia Central, sua capital é a cidade de Ashkhabad, uma das mais importantes do país.
Assim que foi instituída a república, em 1924, ela já passou a fazer parte da URSS. 

Com o fim da Segunda Guerra Mundial, o país teve um considerável crescimento econômico, pois a extração de recursos minerais como o petróleo e o gás, e a cloheita de algodão cresceram rapidamente.
 
Etnicamente, a população do Turcomenistão é formada por 68% de turcomenos e 10% de uzbeques, além dos russos, cazaques e ucranianos, que são minorias. 

Atualmente, o país tem a sua economia prejudicada pela escassez de recursos naturais, pelo clima severo, e pela insuficiente rede hidrográfica, que é usada somente para atender as necessidades da população e para irrigar as culturas de algodão, frutas e uva. 

Com grandes áreas desertas, o setor agropecuário é extenso, com criação de ovinos, eqüinos e dromedários. 

Na indústria destacam-se os setores de química, fertilizante, têxtil, alimentício, mecânica e vidro. 

Uzbequistão

Compõem os países da Ásia Central. Sua capital é a cidade de Tashkent, uma das principais do país. 

No ano de 1924, as fronteiras da Ásia Central foram reconstituídas pelo governo soviético, que proclamou a República Socialista do Uzbequistão, que no ano seguinte passou a integrar a URSS. 

Houve um avanço no setor industrial, durante a Segunda Guerra Mundial, pois a URSS foi ocupada violentamente pelos alemães, e transferiu os pólos indústriais para outras regiões, longe dos confrontos. 

Muitos canais e represas com modernos sistemas de irrigações foram introduzidos no país pelo Estado, com o intuito de desenvolver o potencial agríocola da região. A partir de 1956, a monocultura de algodão contribuiu muito para a economia do país, fazendo com que o Uzbequistão se tornasse o primeiro fornecedor de algodão da URSS. 

Etnicamente, a população do Uzbequistão é composta por 71% de uzbeques, 8% russos, e a outra porcentagem é representada pelos tadjiques e casaques. 

A agricultura e a pecuária são importantes atividades econômicas do país, onde se destaca a cultura de algodão e áreas cultiváveis de arroz, trigo, frutas, uva e amoeiras, e a criação de ovinos e bovinos. 

Na indústria se destacam os setores de eletrônica, tratores, têxtil, metalurgia, adubo e química. 





Recomendados para você

Comentários

Ajude a manter o Colégio Web

Ajudamos milhões de estudantes, todos os meses, levando conteúdo educacional de graça. Faça uma doação e ajude a manter o projeto. Clique no botão ao lado.