Colégio Web

A passagem do meio aquático para o terrestre

Publicidade

1. A passagem do meio aquático para o terrestre

As plantas aquáticas têm a possibilidade de absorver substâncias nutritivas através do seu corpo, mas as plantas terrestres se deparam com algumas barreiras, já que elas ficam expostas ao solo, e não é sempre que tem água disponível sobre ele, portanto elas têm mais dificuldade de adquirir tais substâncias vitais.

Foi preciso fazer uma adaptação no meio em que elas estavam para que tivesse fácil acesso á água, e aos nutrientes necessários para a sobrevivência.

As primeiras adaptações foram às aparições de rizóides e raízes.

Em seguida surgiu a epiderme e a cutícula, com a função de armazenar e proteger toda água que a planta absorveu.

A cutícula age como uma barreira impermeável, evitando o desperdício da água através da evaporação.

Não podemos esquecer que todas as adaptações e transformações forma acontecendo progressivamente.

Tendo como base o período geológico da Terra, veja alguns fatos importantes:

As pteridófitas foram às primeiras plantas terrestres que apareceram no planeta Terra, quase a 395 milhões de anos atrás, onde posteriormente, surgiram os musgos, cerca de 300 milhões de anos atrás.

As gimnospermas surgiram logo na seqüência, a aproximadamente 270 milhões de anos. E as angiospermas apareceram a 100 milhões de anos atrás.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados