Colégio Web

A tireóide e as paratireóides

Publicidade

11. Tireóide e as paratireóides

A tireóide está situada na parte anterior e acima da laringe, se constitui em duas glândulas interligadas por uma faixa endócrina.

É sintetizadora dos hormônios tiroxina, triiodotironina, que são liberados na corrente sangüínea. A calcitonina também é produzida pela tireóide.

A tireóide apresenta um papel fundamental no organismo humano, no qual atua no desenvolvimento, na menstruação e na fertilidade do individuo, e atua diretamente sobre os carboidratos, lípedes e proteínas

Hipotireoidismo

Existem duas relevâncias no hipotireoidismo:

Hipotireoidismo congênito – conduz alterações no desenvolvimento corporal humano como, altura limitada, cabeça com dimensões avantajadas, pernas pequenas, dentição incorreta, sexualidade retardada e fraqueza mental, esta patologia é denominada cretinismo.

Hipotireoidismo no adulto – no adulto apresenta freqüência cardíaca baixa, indiferença, ganho no peso, age engrossando e inchando a pele.

Hipertireoidismo

Existe somente uma relevância na qual o individuo apresenta inadmissão a elevação de temperatura, ocorre a mudança e desenvolvimento de um órgão com rapidez, elevação de seus batimentos cardíacos, emagrecimento, mãos agitadas, nervosismo e desnorteamento psicológico.

O bócio é a principal característica física do hipertireoidismo, é uma doença na qual se dá o aumento de volume da tireóide localizada no pescoço, conseqüência do excesso de produção de hormônios da tireóide. Não havendo iodo suficiente no organismo a parte anterior ao pescoço aumenta seu volume consideravelmente, aparentemente com o formato de uma circunferência.

11.1 Paratireóides

Presente na parte de trás da tireóide tem o formato de um ovo, com 140mg cada. A função de seu hormônio o paratormônio é manter a igualdade de cálcio e fósforo no organismo, calcificando os ossos e facilitando o recolhimento de cálcio pelo intestino.

Hipoparatireoidismo

Ocorrendo a carência do hormônio paratormônio no sangue a taxa de cálcio presente nesta corrente decai, e conseqüentemente a taxa de fósforo aumenta, fazendo com que a eliminação de cálcio e fósforo dos rins também seja menor.

Com a queda constante de cálcio surge a tetania muscular, ou seja, estado doentio caracterizado por contrações involuntárias do músculo.

Hiperparatireoidismo

Ocorre uma elevação de cálcio e a diminuição de fósforo no sangue, com isto, ocorre uma calcificação elevada dos ossos acarretando deformações, quebras e fraturas do mesmo, com a liberação de cálcio e fósforo pelo canal urinário, formam-se os cálculos renais. 

11.2 Retroalimentação ou feedback

A destilação de paratormônio é realizada pelos íons de cálcio presentes na corrente sanguínea. Já foi comprovado que ao administrar cálcio, os hormônios do organismo diminuem, e quando a taxa de cálcio no sangue cai, os hormônios aumentam.

Este controle da taxa de cálcio no sangue, se dá pela retroalimentação ou feedback.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados